Escolha uma Página

Ser Trader: Riscos e Retornos

Se você estava achando que esse post ia falar das relações Risco x Retorno das operações?

Resultado de imagem para achou errado gif

O Rogerinho sempre tem razão!

O Último pregão do mês

O último dia de cada mês, para nós traders, acaba se tornando sempre um “31 de dezembro”, onde avaliamos o que aconteceu de bom e ruim conosco nas ultimas semanas, revemos nossas operações passadas e fazemos planos para o mês seguinte.

Essa autoanálise é muito importante, pois a partir dela conseguimos avaliar se estamos ou não evoluindo na direção correta e a partir disso tomamos medidas para corrigir os erros.

Como já dito antes, mantendo um diário de operações, é possível revisitar as operações e rever o que estava acontecendo naquele momento, e dependendo do nível de detalhes do diário, até saber o que estava sentindo no momento da operação.

Resultado de imagem para trader bolsa de valores

Fim de expediente galera! até mês que vem!

Fechando um mês bom

Quando definimos um objetivo e o alcançamos, nós temos uma sensação maravilhosa de poder, de realização pessoal e de conquista, além de aumentar nossa confiança em nós mesmos e no que estamos fazendo.

Esse sentimento nos faz querer permanecer mais ainda no mercado, buscando mais aprendizado, mais experiência. É uma das melhores coisas do mundo.

Mas, como sempre, é necessário ficar de olho nos excessos, pois se permitir que a confiança atinja um nível muito elevado, seu emocional toma conta e você acaba tomando decisões ruins para o mês seguinte.

Um mês bom, não se define por fechar ou não positivo e sim, no quanto você evoluiu naquele período, no quanto você aprendeu e melhorou. Então, mesmo que seu resultado financeiro tenha sido negativo, você pode ter tido um ótimo mês pelo aprendizado que teve

Resultado de imagem para evolução pessoal

O que você faz quando fecha um mês positivo?

Uma coisa muito importante a se fazer, para prolongar esse sentimento de poder, de conquista e de confiança em você mesmo, é dar um significado para seu resultado, independente de ser financeiramente alto ou não.

Algo útil a se fazer é criar uma âncora emocional, para que quando necessário, você possa voltar a sentir essa confiança caso haja algum “dia ruim”. Tendo essa âncora, fica muito mais fácil lidar com o mercado e os dias de loss, ou os dias que não estamos nos sentindo bem com nós mesmos.( aquele sentimento de “Cara, sou um merda…”)

Então, o que você faz quando tem um mês positivo? É importante “realizar esse lucro” para que seu cérebro entenda que o risco que você corre todos os dias resulta em uma recompensa no final, validando o mérito e o esforço feito durante o mês inteiro.

Você pode sair com sua namorada(o), seus filhos, tomar uma cerveja, comprar algo para você… não importa. O importante é que você se pague de alguma maneira por tudo o que você passou durante o mês. Não é necessário gastar todo o ganho, mas pegar e usar parte dele, para seu proveito.

Resultado de imagem para russo dançando gif

Dimitri fechando o mês positivo!

Mas e se meu mês foi negativo?!

Como disse no início do post, é muito importante fazer uma autoanálise de como foi seu mês. Você pode ter fechado negativo, porém durante esse período, você evoluiu, aprendeu algo novo, se reinventou, definiu uma meta nova, melhor que anterior…

É preciso ter consciência do que foi feito durante o mês. Não adianta querer culpar o mercado, o operacional, os players… Quando você se torna consciente do que está acontecendo, assumindo a responsabilidade pelo seu resultado, você começa a se mover para melhorá-lo de forma imediata.

E para isso que este blog existe! Para te ajudar a melhorar!

Conta aí nos comentários, como foi seu mês e o que você faz para “comemorar” sua vitória?! É sempre importante comemorar nossas conquistas, por menor que sejam, pois isso faz um bem danado.

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem tem curtido nossas publicações, convido vocês a conhecerem um blog irreverente e descontraído de um cara Top! Acessem lá: Blog do Magrelow Trader

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Que tipo de trader eu sou?!

Importância das Metas

Importância das Metas pt2

O Trader e as Crenças Limitantes

 

Ser Trader: Que tipo de Trader eu sou?!

Estava eu refletindo sobre algumas coisas, e me deparei com uma ideia que achei interessante. Comecei a me questionar: Que tipo de trader eu sou?! Antes que pense, não estou falando em Swing Trader, Day Trader ou Scalpler Trader…

Do que você está falando cara?!

Me aprofundando mais um pouco no que eu estava pensando,e tendo como base alguns conceitos sobre excessos de passado, presente e futuro, cheguei a uma ideia de que existem, de uma forma  básica 3 tipos de Traders: Traders de Ontem, Traders de Hoje e Tradrers de Amanhã.

Traders de Ontem

Trader de Ontem

“No meu tempo, era mais fácil de operar, antes desses robôs!”

Se formos separar, o Trader de Ontem é aquele tipo de trader que fica “preso” ao passado, olhando as operações sempre em retrospectiva, ou seja, depois que ela passou. Fica preso ao pensamento de “se eu tivesse feito isso naquele momento…hoje estaria melhor”.

Esse tipo de trader, se apega ao resultados passados querendo repetir os mesmos feitos no futuro e se frustra com facilidade quando não consegue.

São pessoas do tipo “nasci assim, fui sempre assim, vou morrer assim…” que simplesmente pararam de evoluir, de aprender, por que ficaram parados no tempo. Cometem o mesmo erro sempre e não tiram lições valiosas deles.

Traders de Amanhã

Trader de Amanhã

“Olha esse indicador novo, se eu usar coma técnica nova que aprendi ontem, vou ficar rico amanhã… Eita, outra novidade aqui…”

Esses caras são completamente o oposto dos traders de Ontem. Esses aqui estão sempre a frente. Isso é uma coisa boa? Acho que não muito.

Geralmente são pessoas ansiosas e que gostam de deixar as coisas importantes para depois. Estão sempre com a cabeça no depois.

Gostam de fazer entradas atrasadas ou antecipadas, por que a cabeça está sempre pensando no “e se…”. Cometem erros por conta disso,  e por mais que os anotem, sempre deixam para aprender depois. Juram que não vão fazer de novo, e não demora muito para a ansiedade tomar conta e fazer besteira. De novo…

Um traço curioso, é o fato de procrastinar as coisas, seja o aprendizado com o mercado fechado, seja uma operação enquanto o mercado ta rolando. Deixam as coisas para depois e perdem as oportunidades.

Traders de Hoje

trader de Hoje

“O que o mercado tem para mim HOJE?!”

Dos três, considero o melhor tipo de trader. Esse cara, não está preocupado com o ontem nem com o amanhã. Estará focado em fazer o melhor Hoje.

Não importa se ontem ele levou um loss para casa, hoje ele vai dar o melhor para sair com o gain. Vai se manter focado e disciplinado para atingir sua meta e ponto. Não vai deixar que a ansiedade do que pode acontecer amanhã nem o que aconteceu ontem o afete.

Que tipo de Trader eu sou?!

Leva um tempo para poder chegar ao “estado de Trader de Hoje”, pois não é fácil se manter concentrado e focado, evitando pensar no que aconteceu ontem e no que pode acontecer amanha, afinal, o que fazemos não possui garantias.

Para descobrir que “tipo” de trader você é, basta se monitorar, desde seu comportamento até seus pensamentos, e o seu racional vai te dar a resposta. O primeiro passo de qualquer mudança é ter consciência do que está errado. Se ainda não sabe como chegar nesse nível, dá uma lida nesse POST.

Nossa mente gosta de nos pregar peças e nos manter na zona de conforto, como falei no post sobre autossabotagem, e uma coisa que ela gosta muito é de nos colocar em loop, ou seja, pensando e repensando as coisas, como se não houvesse fome na África.

Ao entrarmos nesse tipo de pensamento, nós vamos ao limite, e com isso temos que ter cuidado. Para ser mais claro segue uma máxima: Excesso de passado, causa Depressão. Excesso de Futuro causa Ansiedade. Excesso de Presente causa Estresse.

Resultado de imagem para excesso de passado excesso de presente excesso de futuro

E aí, curtiu o post?! deixa aí nos comentários que tipo de Trader você é hoje e o que tem feito para melhorar?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem tem curtido nossas publicações, convido vocês a conhecerem um blog irreverente e descontraído com temas variados! Acessem lá: Blog do Magrelow Trader

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Importância das Metas

Importância das Metas pt2

O Trader e as Crenças Limitantes

 

Ser Trader: Importância das Metas pt.2

Resultado de imagem para metas

Galera, no post de hoje, quero me “aprofundar” mais no que eu abordei no  post anterior e tentar explicar melhor sobre a importância das metas.

Revendo o passado

No post anterior, abordei alguns tópicos para ajudar a elaborar uma meta, uma dica para começar pequeno e que a consistência vem quando vamos alcançando essas metas que traçamos, por menor que sejam.

Pois bem, nessa ultima semana eu passei revendo toda a minha trajetória como Trader, e o quanto eu evoluí (acho que ficou evidente isso nesse POST). Percebi que por mais disciplinado eu fosse, eu não tinha um objetivo no mercado. Na minha cabeça, eu queria fazer o máximo de pontos possível em um dia, mas isso me dispersava muito, e me frustrava por que eu não tinha noção do que era esse “muito”

Quando eu resolvi analisar meu histórico de operações, eu vi o quanto eu estava sendo incoerente comigo mesmo  e me fiz uma pergunta que mudou minha visão das operações:

Com que frequência você faz uma quantidade X de pontos por dia? (vou usar o exemplo da marcação do mini índice por ser o ativo que tenho operado, mas serve para qualquer ativo e para qualquer tempo)

Usando a lógica e a Estatística

Resultado de imagem para cara pensando meme

Com essa simples pergunta, você pode rever todo o seu histórico e encontrar umas coisas escondidas bem interessantes.

Utilizando a dica do “comece pequeno” do último post, pegue uma folha de papel ou Word (para ser ecologicamente correto rs), abra seu diário de Trades (espero que tenha um…) e faça a mesma pergunta de cima: Com que frequência eu faço, a titulo de exemplo, 300 pontos por dia? Busque a resposta no seu diário de trade e anote a quantidade de vezes em que conseguiu.

Repita o processo, utilizando valores menores do que o inicial, por exemplo: 200, 100, 50…

Ao final, você já vai ter uma base de dados informando a você qual a quantidade de pontos que você consegue com mais “facilidade”. Pela lógica, quanto menor for a quantidade de pontos, mais facil é de conseguir, correto? Então por exemplo, se você consegue manter uma média de 200 pontos por dia você pode tê-la como meta diária.

Traçando essa meta,alinhada com seu gerenciamento de risco, ao conseguir pegar essa quantidade de pontos no dia, você fecha a plataforma e vai fazer outra coisa. Vai ler outras postagens daqui do Blog, ler um livro, ver séries… aproveitar a liberdade da vida de trader

Pensando em cenários…

Estipulado uma Meta para o dia, é necessário também saber quantas operações seu gerenciamento de risco permite fazer.

Vou usar o exemplo de duas operações em um dia, cada uma com um alvo de 200 pontos e um stop de 150 pontos.

Os cenários possíveis para essas duas operações são:

Operação 1 operação 2
Ganha Ganha
Ganha Perde
Perde Ganha
Perde Perde

 

 

 

 

Analisando os possíveis cenários, temos uma probabilidade de 25% de fazer 400 pontos no dia, 50% de fechar o dia com 50 pontos e 25% de chances de fechar com 300 pontos de prejuízo.

Ou seja, na média das operações diárias do mês, você fechará positivo em 50 pontos. Nos “piores dias” um prejuízo de 300 pontos sendo compensado pelos ganhos dos “melhores dias”  de 400 pontos.

Você pode expandir essa lógica para a semana, contando pelos cenários dos dias, mas a tabela fica um pouco grande para eu postar aqui no blog…

Já tinham parados para analisar suas operações desse jeito?!

Resultado de imagem para nazaré gif matemática

AHHHH mais pegar 200 pts por dia é mole… eu quero mais…

É fácil sim… difícil mesmo é manter a disciplina e a consistência. Difícil é manter a cabeça no lugar quando está fechando meses seguidos no negativo, um mês pior que o outro, pensando no que poderia ter feito, ou ter pego “aqueles” vários 100 pontos que deixou passar.

Nessa hora esquece de fazer uma conta básica de soma, e ver que se você for de pouco em pouco, respeitando o gerenciamento de risco e controlando o psicológico, você  fechará seu mês positivo com mais frequência, te dando mais confiança e te habilitando  aumentar sua quantidade de contratos. Fácil achar que fazer 150 pontos com 1 contrato é pouco dinheiro, mas esquece que é o mesmo gráfico (ou fluxo) para quem está operando com 10, 100 ou 1000.

Uma coisa que levei tempo para aprender foi que primeiro temos que aprender a sobreviver no mercado, para depois começarmos a fazer dinheiro.

Temos muitos traders que postam boletas exorbitantes e que nos impressionam, mas esquecemos que essas pessoas começaram pequeno. Em qualquer trabalho, você não vai começar de cima, independente do cargo. Primeiro se aprende o trabalho, para depois se desenvolver e começar a ser promovido.

Quando você mantém o respeito, a disciplina e a consistência para pegar poucos pontos, sem pressa, você também terá a disciplina, o respeito e a consistência para pegar mais pontos.

É muito mais fácil, aumentar a quantidade de contratos que você opera, do que aumentar a quantidade de pontos. Pensa nisso!

Para quem tem curtido nossas publicações, convido vocês a conhecerem um blog irreverente e descontraído com temas variados! Acessem lá: Blog do Magrelow Trader

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Trader e as Crenças Limitantes

Parando com a Procrastinação

O poder da Autossabotagem

 

Ser Trader: Importância das Metas

No post de hoje, quero fazer algumas considerações sobre a importância das metas, sejam diárias, semanais ou mensais, e como elas nos ajudam a medir nossa evolução, além do saldo bancário também, né?!

Resultado de imagem para metas
Definindo Metas

Vou partir do princípio de que você já tenha um sistema operacional  e um ativo, e que já os tenha praticado e entendido o funcionamento de ambos.

Ter uma meta, seja diária, semanal ou mensal, vai te ajudar a ter um “norte” em relação a onde você está no caminho para se tornar um trader consistente.

Você pode definir elas de várias formas, seja por exemplo uma meta diária de X pontos. Essas metas devem estar de acordo com o seu sistema operacional e seu gerenciamento de risco. Não adianta ter um gerenciamento de risco onde seu limite de perda é pequeno e querer pegar alvos imensos.

Ter uma meta é algo muito pessoal. Alguns vão querer alvos grandes, outros alvos curtos, porém é necessário criar uma métrica para que você saiba se está se aproximando ou se distanciando dos seus objetivos e corrigir isso possíveis desvios.

Comece pequeno…

Uma dica que eu dou é que comece com metas pequenas, nada muito grande.

Para nossa mente, quando fazemos algo importante, essa sensação fica registrada na nossa mente, gerando emoções e memórias positivas.

Podemos então, começar com metas pequenas, coisas simples que podemos fazer durante as operações. Seja fazer uma quantidade pequena de pontos no dia. Ao alcançarmos esse pequeno objetivo diário, é importante fecharmos a plataforma e ir fazer outra coisa, para criarmos a disciplina.

A sensação de dever cumprido e a liberdade de fazer outra coisa, vai começar a se tornar uma constante e com o tempo, após ganhar confiança e consistência em cumprir esta meta, poderá ir para um próximo nível, seja aumentando a quantidade de dinheiro para operar, seja a quantidade de pontos a ser buscada no dia.

E então, a consistência…

Já falamos em outros posts sobre consistência  (Clique aqui) e abordamos a parte da psicologia e até das probabilidades por trás dela.

Quando nossa mente absorver essa “rotina” de ganhar, mesmo que seja a menor quantia, sua mentalidade começará a mudar. Ficará mais confiante, mais focado e saberá exatamente o que você quer do mercado naquele dia. Nem mais, nem menos.

E quando olhar, em um cenário mais amplo e expandido, verá que aquela quantidade minima por dia, se torna uma grande bola de neve no final de um mês.

Resultado de imagem para metas

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem tem curtido nossas publicações, convido vocês a conhecerem um blog irreverente e descontraído com temas variados! Acessem lá: Blog do Magrelow Trader

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Trader e as Crenças Limitantes

Parando com a Procrastinação

O poder da Autossabotagem

 

Motivacional: Meça sua evolução

Você já parou para pensar no quanto você evoluiu desde quando você começou no mercado até hoje? Já parou para pensar em tudo o que você passou e em tudo o que você aprendeu nessa jornada?

Já observou o quanto você aprendeu com os erros que você cometeu no passado e o quanto eles contribuíram para que você chegasse onde você está hoje?

Será que você está servindo de inspiração e referência para outras pessoas e ainda não percebeu?

Pare agora e reflita sobre tudo isso e meça o quanto você já evoluiu e descubra o que está faltando para que você dê o próximo passo. Nada, além de você mesmo, pode parar sua evolução, seja como trader, seja como pessoa.

Olhe para trás e perceba que você sobreviveu a todos os dias ruins da sua vida, continua de pé e lutando!

Resultado de imagem para evolução frases