Escolha uma Página

Ser Trader: Os Donos da Verdade

Em todos esses anos trabalhando nessa industria vital, algo que eu vejo bastante por aí, são os Donos da Verdade do mercado financeiro.  Será que você é um desses?!

 

 

Quando se começa a criar um monstro…

 

Quando começamos em qualquer atividade, por nossa falta de experiência e habilidade, somos “humildes” o suficiente para prestar a devida atenção as coisas e aprender com elas.

Sejam situações dentro e fora do mercado, que acontecem conosco ou com outras pessoas. Tudo no inicio serve de aprendizado.

Cometemos um erro comum de não filtrar muita coisa no início, o que acaba nos tirando o foco e nos faz perder tempo escolhendo entre tantas opções.E quando nos damos conta e “despertamos“, começamos a focar e dar a devida atenção ao que é importante e o que funciona melhor para nós.

É nesse momento que começamos a criar um monstro dentro de nós, que se não tomarmos cuidados, ele se apossa de tudo.

Resultado de imagem para frankenstein

 

 

Alimentando o monstro…

 

Quando escolhemos um caminho a seguir, e aprendemos mais e mais sobre ele, automaticamente vamos nos tornando

Resultado de imagem para frankenstein comendo

mais experientes, habilidosos e conhecedores a nossa maneira a respeito desse caminho (entenda caminho como estratégia usada no mercado).

Nesse mercado que vivemos, temos uma grande quantidade de pessoas que todos os dias, entram e saem do mercado. Entram com esperança de se dar bem e outras saem machucadas e com suas contas quebradas.

Logo, quando nós permanecemos um período de tempo maior, com mais experiência e vivência de mercado que alguém que está iniciando, muitos se sentem superiores.

Por conta dessa “experiência superior“, muitos de nós achamos que sabemos muito mais, que a estratégia que usam é a “definitiva” no mercado.

Que como estão conseguindo se manter no mercado, a visão delas é a única… porém, a verdade é que nada é fixo, tudo é transitório ( no mercado e na vida).

 

 

Depois que se perde a humildade…

 

Quando esse sentimento de superioridade toma conta (principalmente, quando se faz muito dinheiro no mercado com esse pensamento errado), toda a “humildade de iniciante” se esvai.

Resultado de imagem para frankenstein cool

Quando isso se perde, toda e qualquer capacidade de aprendizado dela, de evolução, vai junto. Começa a ignorar as coisas que acontecem ao seu redor.

Começa a dizer: “Essas coisas não acontecem comigo, por que eu sou melhor!“. Porém, TODOS estamos correndo os mesmos riscos.

Se a gente perde o entusiasmo por aprender coisas novas sempre, e nos fechamos em nosso mundinho, deixamos de ver as coisas por ângulos de vista diferentes, e deixamos de ver o todo.

Não posso dizer que o meu jeito de fazer as coisas é único, melhor e definitivo no mercado, pois sei que outras pessoas fazem de forma diferente, e tem resultados melhores que os meus…

 

 

Seja sempre aprendiz

 

Uma frase, em latim que gosto muito e que já usei aqui no Blog é: Memento Mori (lembre-se que morrerá).

Então, ao invés de querer ser o Dono da Verdade, que você é a pessoa mais F#$@ desse universo, por que você faz e acontece, seja a pessoa que está sempre aprendendo.

Que se possível, sempre mantenha sua mente aberta para o novo, mesmo que aquilo não seja útil ou se encaixe no seu perfil.

Não imponha o seu pensamento e ideias, se mantendo fechado. Ouça as ideias dos outros, sem julgamentos.

As vezes o que falta pra você, está justamente na ideia do outro…

 

 

Ser Trader: O ambiente do Trader

Pode parecer besteira, mas o ambiente de trabalho influencia muito na qualidade do trabalho que esta sendo executado, refletindo no resultado final! Por isso, hoje vamos falar do Ambiente do Trader.

 

 

Importância de um bom ambiente de trabalho

Imagem relacionada

 

Quando nos tornamos traders por tempo integral, estamos decidindo seguir uma profissão, ter uma carreira, e por isso, é de extrema importância construirmos um ambiente propício para que possamos obter o melhor rendimento.

Muitos de nós, começamos operando de casa, dos nossos quartos ou de algum lugar que realmente, não é o melhor lugar para pode operar, pois temos muitas DISTRAÇÕES, que nos atrapalham e tiram nosso foco.

Quando operamos de casa, por exemplo, temos que lidar com esposa/marido, as vezes filhos, vizinhos, telefone tocando, cachorro, gato, papagaio, coisas para resolver na rua, coisas para resolver… Enfim, uma infinidade de coisas!

Logo, se faz muito necessário, mesmo que operando em um ambiente “caótico“, criar uma certa “ordem“, mesmo que por algumas horas do seu dia.

 

 

Vamos melhorar?

 

Uma técnica utilizada, até por grandes empresas, para manter um ambiente de trabalho organizado, limpo e propício a atividade a ser executada, é a chamada 5S.

Esses 5S, são de cinco palavras em japonês que são Seiton (organização), Seisou (limpeza), Seiketsu (saúde e higiene), Shitsuke (disciplina) e Seiri (utilização).

Com esses 5 conceitos, é possível melhorar o ambiente de trabalho, fornecendo a você uma melhor estrutura para se trabalhar, com tranquilidade para que tome as melhores decisões no mercado. Um ambiente e um psicológico alinhados, você vai operar em outro nível, alcançando resultados superiores!

Então, vamos aos conceitos:

Resultado de imagem para 5 s

 

Organização (Seiton)

 

O conceito de organização, refere-se a organização de prioridades. Então, antes de começar qualquer coisa no dia, é importante definir prioridades e com isso, montar uma “agenda” para o dia. Se tiver coisas mais importantes a resolver, como por exemplo, uma consulta médica, dê prioridade a resolver isso antes de operar

Definindo suas prioridades no dia, você sabe exatamente o que deve fazer e consegue operar sem pressão de ter que sair para resolver outra coisa, ou ficar com a cabeça em outro lugar, pensando em outros problemas, perdendo o foco do mercado.

Haverão dias que suas prioridades serão maiores que operar. Isso é normal e você não deve se sentir mal com isso.

 

Limpeza (Seisou)

 

O conceito de limpeza, é a respeito de manter o ambiente devidamente organizado. Cada coisa no seu lugar, para que não haja perda de tempo ao procurar algo.

Ou seja, manter sua mesa de trabalho, ou área de trabalho do computador, devidamente organizada, somente com as coisas que você vai precisar. Tudo o que não for lhe ajudar durante suas operações devem estar guardadas em outros locais.

Celular, tablet, entre outros dispositivos ou qualquer coisa que possam atrapalhar, devem ser guardados em outro local. Assim como, evitar acessos a redes sociais ou qualquer outra coisa que não seja sua plataforma de operação.

Pode se resumir esse conceito em: Um lugar para cada coisa. Então, sempre mantenha tudo devidamente no seu lugar.

 

Saúde e Higiene (Seiketsu)

Esse conceito é bem simples: Mantenha seu local de trabalho limpo. Simples assim.

Crie uma rotina de limpar tudo, tirar o pó, arrumar e organizar e enquanto faz isso, é possível checar se há alguma faltando.

Seja algum equipamento que lhe seja útil, seja um livro que precisa ser lido, algo que precisa ser aprendido ou qualquer coisa do tipo.

Esse conceito é bem simples e acho que é o que a maioria faz. O ponto importante aqui é a rotina de fazer sempre.

Aqui vale também uma segunda aplicação, sendo utilizado na estratégia que você está usando. Você pode fazer uma limpeza, sempre que necessário e verificando o que precisa ser ajustado, modificado, ou se precisa incluir ou excluir alguma coisa.

 

Disciplina (Shitsuke)

Esse, eu acho que é o conceito mais difícil de todos! Esse conceito, requer que haja uma padronização no seu trabalho.

Tenha definido seu horário de trabalho, seu modo de operar, seu gerenciamento, tenha sua rotina definida, e todo o resto devidamente organizado.

Essa disciplina vai fazer você criar rotinas e a partir delas, hábitos saudáveis, pois você terá que seguir o seu padrão e as suas regras e caso não ocorra, você estará traindo a você mesmo.

Aqui cabe também um acordo, com quem mora com você: Quando se definir o seu horário de trabalho, você pode solicitar que naquele espaço de tempo, que não seja incomodado(a), para poder manter o foco. Assim, a relação fica mais tranquila e sem stress.

Utilização (Seiri)

Esse conceito, junto com o anterior, ajuda a fortalecer os hábitos criados. Esse conceito tem como principal função, manter tudo o que é mais utilizado, por perto, e o que for menos utilizado, mais distante.

Esse conceito prioriza a repetição da rotina e a sustentação da disciplina no trabalho. Bem simples.

Mantenha a repetição de todas as rotinas, até se tornarem hábitos, e que os hábitos se tornem parte de sua personalidade.

 

 

Juntando tudo

 

Todos os 5 conceitos, devem ser aplicados juntos para que hajam resultados. Não adianta escolher um conceito ou outro, então, é importante começar tudo de uma vez.

Quando se aplica essa técnica, que é de certa forma simples, você vai começar a notar que você vai se sentir mais confortável ao operar.

Com a mente mais relaxada e tranquila, e um ambiente devidamente organizado, você conseguirá manter o foco no mercado por mais tempo, aumentando sua curva de aprendizado.

Aplica essa técnica e depois me conta o que melhorou aí nos seus resultados!

Imagem relacionada

 

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Intensidade ou Repetição

Exposição ao Risco

Aluno bom e Bom aluno

Cometendo Iatrogenia no Trading

Aprendendo a ser ignorante

Os três porques

Seja Grato

Mude o que não te agrada

Ser trader: Intensidade ou Repetição

O que você, leitor, prefere: Se dedicar a alguma atividade por 5h ininterruptas em um dia ou 1h de atividade em 5 dias? No post de hoje, vamos descobrir o que é melhor: Intensidade ou Repetição?

 

 

Afinal, o que é melhor?!

 

Indo direto ao assunto, a resposta é: Depende! Isso mesmo, depende!

Essa resposta é relativa, pois é necessário avaliar a sua situação atual para poder perceber o que é melhor para usa evolução como trader.

A melhor comparação é com alguém que está iniciando em algum esporte, como por exemplo, corrida. Para o inciante, não é aconselhável percorrer uma distância muito grande, pois terá maior chance de se lesionar.

Logo, o recomendável é percorrer distâncias menores, repetidamente, para que seu corpo vá se acostumando e com o tempo, ir aumentando a distância percorrida e a sua intensidade.

Com o tempo, o atleta aumenta sua resistência e seus músculos acompanham a evolução, tornando-o mais preparado e diminuindo os riscos de lesão.

Resultado de imagem para atleta

 

 

Definindo um perfil

 

Para que você saiba o que é melhor para você, é necessário definir algumas coisas, externas e internas. Vou listar algumas abaixo:

Qual o horário que você funciona melhor?

É importante saber qual horário você se mantém com maior índice de energia, pois assim, seu foco será melhor direcionado ao mercado.

Quanto tempo do seu dia você pode dedicar ao mercado?

Algumas pessoas podem dedicar todo seu dia ao mercado (Trader Full-time), já outras exercem outras atividades, que tomam parte do seu tempo. Há inclusive traders que operam de seus empregos formais.

Portanto, é importante saber o seu horário, no qual você vai operar. De preferência, alinhado ao tópico anterior, do contrário, vai ser necessário se adaptar.

Sua técnica está minimamente bem definida?

Você dedicou um tempo, fora do mercado, seja em conta Demo ou replays, para conhecer o básico da estratégia que você irá utilizar? Do contrário, melhor treinar um pouco mais antes de ir para a real (aqui tem algumas VANTAGENS DA CONTA DEMO).

Como o ambiente onde eu opero me influencia?

É importante saber onde você vai realizar as suas operações e se esses ambientes possam lhe causar alguma distração durante o tempo em que você se dedicará as operações, seja com barulho, pessoas que possam lhe chamar, entre outras coisas.

Qual sua experiência de mercado?!

Esse é um pouco relativo, por ser mais um sentimento pessoal do que tempo, propriamente dito.

Aqui é necessário uma autoanálise para saber o que você tem aprendido com o tempo de tela. Uma ótima ferramenta para tornar esse aprendizado mais eficaz é o DIÁRIO DE TRADE

Esses tópicos, considero básicos e caso outros questionamentos surjam na sua cabeça, também serão válidos para tornar essa análise da sua realidade mais eficaz.

 

 

Intensidade ou Repetição(?)

Resultado de imagem para pessoa concentrada

 

Com seu perfil já traçado, você possuirá informações o suficiente para saber o que se encaixa melhor.

Por exemplo, se você está inciando no mercado, com só a parte do dia livre, é válido que opte pela repetição, ou seja traça uma META, pega e cai fora até o dia seguinte (assim como o atleta iniciante).

Independente do tempo que leve, que sejam 1 minuto ou 1 hora, pegou a meta dentro do horário estabelecido, volta só no dia seguinte. Se não fizer nada durante esse horário, seja por que o mercado não pegou sua ordem ou por não ter confiado na leitura, volta no dia seguinte.

Se você já possui mais experiência, você pode se arriscar mais. Lembrando que experiência traz um controle emocional maior, mais disciplina e mais responsabilidade. Não adianta ter anos de mercado e ser indisciplinado, e por isso achar que tem mais experiência (tempo não define maturidade!)

Se você possui uma quantidade considerável de experiência e o dia disponível, é possível optar pela intensidade, e se manter durante o dia inteiro operando, aumentando o tamanho da sua meta diária.

É possível adaptar a intensidade e repetição. Por exemplo, caso você só possua 2 horas para operar por dia, você deve estar 100% focado no mercado, literalmente isolado do mundo, sem qualquer tipo de distração.

Assim, toda sua atenção e foco serão direcionados, gerando um tipo de “tensão“. Ao final do tempo estabelecido, você sai do mercado e “relaxa“. Podem achar que não, mas operar de forma intensa, causa um cansaço enorme!

 

 

Cuidados com excessos!

 

Aqui vale uma ressalva importante! Assim como exercícios feitos de forma errada e em excesso prejudicam o corpo, aplicar esses conceitos de forma errada, causam um prejuízo enorme, financeiro e psicológico!

Se você está começando, não adianta querer ficar o dia todo operando por que você “não vai ganhar mais dinheiro” se operar o dia todo” (como falei nesse POST). O que gera um desgaste e a sensação de fracasso, te fazendo desistir do mercado.

Também  é importante perceber que se você está praticando a “repetição” e pegou sua meta rápido, isso não significa que você é o melhor trader do mundo, muito menos que o dia “tá fácil“. Como dito acima, fez a meta, volta no dia seguinte!

A partir desses “avisos gerais“, você mesmo pode definir os outros cuidados que deve ter, tornando isso mais pessoal.

Imagem relacionada

 

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Exposição ao Risco

Aluno bom e Bom aluno

Cometendo Iatrogenia no Trading

Aprendendo a ser ignorante

Os três porques

Seja Grato

Mude o que não te agrada

Cometendo excessos

A importância de um Diário de Trading

Ser Trader: A Falácia da Taxa média de acerto

POLÊMICA! Menos que mamilos, mas ainda assim, polêmica! No post de hoje vou abordar o que alguns traders buscam tanto, mas não se questionam. Vou mostrar a Falácia da Taxa média de acerto e como ela é usada de forma errada, pela maioria…

 

 

Para toda média há um cálculo!

 

Resultado de imagem para nazaré gifMédia é um conceito matemático que, utilizado da forma errada, máscara muitas informações relevantes a quem olha puramente o resultado.

Na matemática temos algumas médias, sendo as mais utilizadas as médias Simples ou Aritméticas e as Ponderadas.

 

As médias simples, são facilmente calculadas somando os resultados obtidos das amostras e dividindo pela quantidade de amostras. Já as ponderadas, atribui um “peso” a cada amostra e divide esse somatório, pelo somatório dos pesos.

Para os traders, a média simples, atende a necessidade para os cálculos de taxa de acerto e média de acertos.

Porém, a maioria não sabe interpretar os resultados obtidos. A situação piora quando querem “vender” esses resultados (desde “minha estratégia é melhor que a sua” à “comprem meu curso/setup. Olhem minha taxa de acerto!”).

 

 

Destruindo a sua Taxa de acerto alta.

 

Resultado de imagem para falácia

Vamos comparar 2 traders, em um mesmo período de tempo. Para efeito de cálculo, só serão contabilizados os “acertos” (dias positivos, operações positivas no dia, essas coisas).

O primeiro Trader (A) usa uma estratégia de buscar poucos pontos por operação, com um stop maior que esse ganho (a tal da relação negativa). Digamos que ele busque 1 ponto para 2 de stop. O segundo Trader (B), usa a relação inversa, ou seja, busca 2 pontos para 1 de stop (só lembrando que é uma situação hipotética para exemplificar!).

Em um mês, com 20 pregões, O trader A obteve uma média de acerto de 80%, ou seja, fechou positivo em 16 dias (16 pts). E o Trader B obteve uma taxa de acerto menor, de 50%, ficando positivo em somente 10 dias (20 pts). Mesmo com uma taxa de acerto menor, o resultado final foi superior.

Em um pregão, com 10 operações no dia ( o que eu ja acho MUITO, MAS MUITO MESMO!), o Trader A obteve acerto de 90% das operações, até por conta do alvo curto, ou seja, acertou 9 fazendo 9 pts. Já o Trader B, coitado, das 10 acertou somente 6, com uma taxa de acerto de 60%, e seu resultado final AINDA FOI SUPERIOR, ficando em 12 pts. (somente 25% superior ao trader A)

Você pode ter uma estratégia que permita que você ganhe muito quando acerte, porém erre muito, perdendo pouco. Algo em torno de, por exemplo, a cada 10 acertar 1 aceitando perder 9 vezes. Quando acerta, compensa todas as perdas anteriores.

Acho que nem preciso continuar, para mostrar que TAXA DE ACERTO não quer dizer nada, mas RESULTADO sim.

 

 

A Falácia da Taxa de acerto

 

O que vejo por aí, são traders se vangloriando de sua taxa de acerto média, e até vendendo cursos e setups baseados neles, o que eu, pessoalmente, acho jogo sujo.

Sempre que alguém vem com esse papo de taxa de acerto, eu questiono, e na maioria das vezes, percebo que nem a outra pessoa entende do que ela própria está falando.

A maioria leva muito ao pé da letra a questão de “acertar mais do que errar“, levando isso para “taxas médias de acerto maiores me levam a consistência” ou coisas parecidas.

E sabe o que acontece? Muitos de vocês caem nessa falácia, sendo enganados por um valor em porcentagem que não significa muita coisa.

Quem ganha uma luta de boxe, um lutador que acerta muitos jabs leves ou quem acerta um soco que leva ao nocaute (ou forte o suficiente para que o adversário se desestabilize)?

Com um simples cálculo, toda essa ideia se desfaz, e esse conceito aí que tem no mercado, evapora. E o cara que defende essa falácia… coitado…

Então, se você se vangloria do seu “setup acertador 99,9%”, só te digo que você deve observar melhor, por que outro cara, com uma taxa de acerto menor, ta ganhando mais, e sem se vangloriar por aí…

Resultado de imagem para falácia

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem tem curtido nossas publicações, convido vocês a conhecerem um blog irreverente e descontraído de um cara Top! Acessem lá: Blog do Magrelow Trader

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Opcionalidade e Pressão

Exposição ao risco

Aluno bom e Bom aluno

Cometendo Iatrogenia no Trading

Aprendenda a ser ignorante

Os três porques

Seja Grato

Mude o que não te agrada

 

 

Biblioteca do Trader: O livro dos Cinco Circulos

Aqui estamos com mais um Biblioteca do Trader! Nesse mês, FINALMENTE trago um livro que me ajudou (pra car#$%@) em relação a disciplina e prática!

Que livro é esse, vocês estão se perguntando! O nome do livro é O livro dos Cinco Anéis (ou Círculos ), escrito por Myamoto Musashi.

 

 

O Livro dos Cinco Anéis

Imagem relacionada

Antes de mais nada, quero informar a você leitor que a versão que eu li desse livro, foi uma versão resumida da obra original, pois a obra original aborda questões mais técnicas de combate, que não tem muito uso prático para nós.

Sim! Esse é um livro sobre um estilo de luta com espada que é único, e como forma de passar o conhecimento adiante, o autor escreveu esse livro antes de morrer e deixou como presente para seu aluno.

O que um livro que fala sobre “luta com espadas” ou “coisas de samurais” tem a ver com mercado?! MUITO MAIS DO QUE VOCÊ IMAGINA!

O livro é separado em 5 seções, sendo eles Terra, Água, Fogo, Vento e Vácuo

 

Myamoto Musashi

Para que eu possa falar da obra, é necessário saber quem é o seu autor. Myamoto foi um dos melhores espadachins da sua época,

Nascido em 1584, na província de Harima, pouco se sabe sobre alguns períodos da sua vida (algo entre a idade 31 as 50 anos). Desde criança se interessou por Kenjutsu (luta com espada) e se dedicou a aperfeiçoar suas habilidades com o tempo.

Sua primeira batalha ocorreu aos 13 anos e lutou até aproximadamente seus 30 anos, não perdendo nenhum combate. Seu combate mais famoso, foi contra o samurai Sasaki Kojiro. Ele também participou de uma guerra civil importante no Japão (Batalha de Sekigahara) e depois disso, os registros sobre ele ficam misteriosos.

Esse é um breve, mas muito breve resumo do autor. Se quiser saber mais, da uma olhada AQUI

 

 

Livro Terra

Resultado de imagem para terra kanji

Nessa seção, o autor aborda os princípios do seu estilo de combate e mostra aos praticantes quais os caminhos ele deve seguir, dentro da prática.

Onde ele deve focar e o que deve aprender. Tanto com a técnica, quanto com a mentalidade correta na hora do combate.

Ele prioriza o conhecimento, em profundidade, de todas as armas que podem ser usadas em combate, suas vantagens e desvantagens, e quando elas devem ser utilizadas. Aborda também o RITMO de batalha, que deve ser alcançado somente através do treinamento.

Nesse capítulo, ele deixa escrito as regras de seu estilo de combate:

1- Evitar todo e qualquer pensamento perverso

2- Treinar dentro dos preceitos da Técnica

3- Conhecer muitas artes – Não só a militar

4 – Compreender os mandamentos das diversas profissões

5 – Discernir as vantagens e as desvantagens que existem em todas as coisas

6 – Desenvolver a capacidade de discernir a verdade em todas as coisas

7 – Conhecer pela percepção instintiva coisas que não podem ser vistas

8 – Prestar atenção aos menores detalhes

9 – Nada fazer de inútil

 

 

Livro Água

Resultado de imagem para água kanji

Aqui, o autor mostra, como seu corpo e seu ESPÍRITO devem estar antes e durante a batalha.

Esse capítulo é mais focado em golpes e suas definições, o que já vale a leitura para fazer um paralelo com o que temos no mercado.

Além disso, ele demonstra qual golpe usar dependendo do terreno ou condição que você se encontre. Um exemplo: caso esteja em combate onde movimentos horizontais são limitados por paredes (corredor), utilize golpes na vertical sempre (movimento “claro”), seja de cima para baixo ou vice-versa.

Isso é óbvio, né Herick! Será? Então por que numa consolidação do preço (corredor), você compra ou vende no meio do caminho, sabendo que possui maior vantagem se operar nos extremos (movimento “claro”)?

Um ponto importante é que ele explicita que só existem 5 tipos de postura de combate e mais nada. Ou seja, o combate é mais simples do que se imagina. (Assim como no mercado, as pessoas desde aquela época gostavam de complicar).

 

 

Livro Fogo

Resultado de imagem para fogo kanji

Nesta seção, o autor faz um comparativo com a técnica desenvolvida, treinada e aperfeiçoada (e simples!) com outras “escolas famosas“, mostrando as vantagens e desvantagens de cada uma.

Além disso, ele demonstra técnicas que superam as técnicas de outros estilos, fazendo com que o estilo dele prevaleça. Ou seja, ensina a como não “cair em armadilhas” ou caso caia, te mostra como sair delas.

 

Livro Vento

Resultado de imagem para vento kanji

Esse é interessante. Se você acha que os vendedores de técnicas milagrosas são coisas atuais? Pois saiba que naquela época, já existiam essa “turma do barulho, que apronta altas confusões” (leia com a voz do cara da sessão da tarde)

Como Myamoto escreve, “para entender melhor a sua própria técnica, é importante conhecer as outras“. Então, nesse capítulo ele expõe tudo sobre outras “escolas“, inclusive suas respectivas fraquezas ( e o porque delas!)

Aqui está algo que eu, particularmente gosto de fazer. Não uso nenhum indicador, mas gosto de aprender sobre eles, para justamente entender como NÃO aplicá-los e quais suas fraquezas. O mesmo serve para os “Setups milagrosos” vendidos por aí.

Mas isso só é possível por eu aprender e entender como a minha técnica funciona e suas respectivas fraquezas (nada é perfeito, né consagrado?!)

 

 

Livro Vácuo

Resultado de imagem para ensõ

Por definição, o vácuo é a ausência das coisas. Para o autor, isso inclui ausência de emoções, dúvidas e incertezas na hora do combate. Hoje em dia, é conhecido como “Fluxo”.

E você achando que “fluxo” é algo recente, já tinha um cara em 1584 falando dele, sob outro nome.

Para o autor, para se alcançar o “vácuo” é necessário que aprenda e pratique as técnicas com muita dedicação e profundidade, pois a partir do conhecimento do “todo” terá a noção do conhecimento do “nada

Ou seja, não pensará, somente reagirá (dentro da técnica) ao que seu adversário estará fazendo, ao terreno em que você se encontra e automaticamente, tomará sua decisão.

Então, se você realmente quer alcançar alguma coisa, pratique e muito, porém SAIBA  o que está praticando, questione, compare, duvide, aprenda coisas diferentes, entenda por completo o que você está executando… tudo isso te deixa mais próximo do objetivo!

 

 

Links para comprar o livro:

(O livro separado não consegui encontrar, mas coloquei o link de um box com 2 outros livros que vale muito a pena!)

O Livro dos Cinco Anéis (BOX) – Amazon

O Livro dos Cinco Anéis (BOX) – Submarino

O Livro dos Cinco Anéis (BOX) – Saraiva

 

Outros Posts sobre a Biblioteca do Trader:

A História Secreta da Criatividade

A Lógica do Cisne Negro

Maestria

A Sutil Arte de Ligar o F*da-se

O Andar do Bêbado

Trading in the Zone