Escolha uma Página

Ser Trader: Saiba assumir riscos

A principal característica da profissão de Trader é saber como ligar e gerenciar os riscos que o mercado possui. Então, no post de hoje, vamos falar de alguns pontos para que você saiba assumir riscos de forma consciente.

 

 

 

O que é Risco, afinal?

 

Resultado de imagem para Teimosia House

 

Quando ouvimos a palavra “Risco“, nosso cérebro de forma automática, associa como algo ruim, algo que pode nos causar mal. Isso ocorre por que essa palavra é, em geral, usada em situações negativas, como por exemplo “Risco de morte“.

Risco nada mais é do que a probabilidade de ocorrência de um evento, sem juízo de valor, ou seja, pode ser um evento benéfico ou não. Esse evento pode ser algo a nível individual, afetando somente a você, ou algo mais macro.

Logo, é importante entender o significado da palavra “Risco” para que esse conceito seja melhor entendido por você. Como disse antes, é normal associarmos a algo ruim, e por isso tendemos a evitar pensar ou até processar esse tipo de informação.

E só para constar, o risco está presente em nossas vidas o tempo todo, e nem percebemos. E por isso, muita das vezes agimos por impulso, sem pensar nas consequências e o resultado… nem sempre são dos melhores…

 

 

 

Diferença entre Riscos

 

Para nós, como seres humanos, saber tomar decisões é primordial para nossa sobrevivência. Era assim antes e vai continuar sendo assim até o final da nossa espécie.

Saber tomar decisões de forma correta, foi o que permitiu que os genes fossem passados adiante. Meio que quem não soube escolher e avaliar corretamente os riscos, ficou pra trás…

Hoje em dia, não temos que nos preocupar mais com coisas do tipo “Esse alimento é venenoso?” ou “Esse animal é perigoso?“, pois já temos uma vasta experiência do que podemos ou não fazer, embasando nossa tomada de decisão sobre o que é bom ou não para nós.

Porém, ainda hoje existem riscos que temos que parar para pensar se valem ou não a pena serem assumidos.

No mercado, temos essas respostas em tempo real, e logo você sabe se tomou uma decisão de forma assertiva, assumindo um risco de forma benéfica a você.

Sabendo diferenciar Riscos “Bons” e Riscos “Ruins”, você consegue se manter vivo e “passar seus genes adiante“.

 

Imagem relacionada

 

 

Riscos “Bons” e Riscos “Ruins”

 

Já escrevi dois posts aqui no blog, em que abordei dois termos (que particularmente julgo) muito importantes: ANTIFRÁGIL e EXPOSIÇÃO AO RISCO, sobre efeitos de Linearidade e Não-Linearidade.

Mesmo quem começou no mercado ontem, ouve a sábia frase: “Quando perder, perca pouco. Quando ganhar, ganhe muito!“. Porém, o que muita gente não entende é justamente o que é o “perder pouco” (e em muitos casos fazem justamente o oposto…).

Como mencionei no inicio do post, risco não faz juízo de valor, logo quando falo de Risco “Bom” e “Ruim”, estou perguntando: O que eu tenho a perder?

Essa é a pergunta que poucos (QUASE NENHUM!) Traders fazem. Não digo somente em termos financeiros, mas também em termos psicológicos.

Quando assumimos um Risco “Bom”, estamos assumindo um perda pequena seja ela uma pequena quantia de dinheiro, um pouco do nosso tempo, ou até mesmo deixar de comer um doce nesse momento, visando um ganho muito maior, as vezes exponencialmente maior.

Se colocarmos em um gráfico, você terá uma curva convexa, onde sua “perda” é pequena e seus “ganhos” são exponenciais.

Quando assumimos um Risco “Ruim”, estamos muita das vezes nos colocando em perigo e assumindo um risco muitas vezes fatal, seja na para nossa vida pessoal ou como Trader.

Um belo exemplo de assumir um Risco “Ruim” é você aumentar sua mão, no meio do pregão, sem justificativa plausível, e o principal motivo disso foi por que “você quis“. Nesse momento, você assume uma perda maior do que o seu gerenciamento de risco permite.

Nessa, você arrisca além de seu dinheiro, seu estado mental, possivelmente entrando em Espiral Descendente (Vulgo Dia de Idiota, ops, Fúria…)

De forma gráfica, você tem o extremo oposto, ou seja, uma curva concava.

(Para exemplo dessas curvas, vejam o Post sobre EXPOSIÇÃO AO RISCO)

 

 

 

Como posso melhorar isso?

 

Resultado de imagem para Riscos

 

Não sendo idiota, seria a primeira coisa. E em segundo seria se perguntar: O que eu perco se eu fizer isso?

Ao se perguntar, você começa a pensar em todas as possibilidades de perda que você terá, fazendo com que sua mente já se “acostume” com essas perdas e fazendo você pensar se vale a pena ou não continuar.

Caso você perceba que o que você vai perder está dentro dos seus limites aceitáveis, você se faz uma segunda pergunta: O que eu ganho se eu fizer isso?

Assim, você começará a listar os possíveis resultados positivos dessa decisão. Obviamente, se o que você tem a perder for muito pouco em relação ao que você pode ganhar, a resposta fica óbvia!

E agora, sabendo disso tudo, Como você pode pôr em prática, hoje ainda, essas dicas?

 

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem usa o Instagram, só me seguir lá no @herick.borges.14

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

A Falácia do “Tudo Funciona”

Em resumo, mercado é Contexto e Probabilidades

Sucesso passado não garante sucesso futuro

Você sabe exatamente o que quer?!

Vou te tirar da sua Zona de Conforto

A Confiança do Profissional

Ser Trader: A Falácia do “Tudo Funciona”

Com certeza, você já ouviu a Falácia do “Tudo Funciona” no mercado. Mas já parou para perguntar se realmente, tudo funciona? Veremos…

 

 

Até mesmo um relógio parado…

 

Não vou ser o cara que diz: “Ah, no mercado tudo o que você quiser utilizar, vai funcionar..” por que eu não quero passar pano para ninguém.

Como já disse antes, não julgo nem acho ruim quem opera de uma forma diferente de mim. Respeito e admiro quem sabe o que faz.

Porém, muitos dos iniciantes querem o Santo Graal, querem o Setup Mágico, que basta utilizá-lo, e pronto, vai ficar rico em 1 mês…

Não meus amigos, Nem tudo funciona no mercado. Isso é uma verdade…

Não é pelo fato de você utilizar uma ferramenta e conseguir um resultado final satisfatório que aquela ferramenta é a correta para o trabalho…

Até mesmo um relógio parado acerta a hora duas vezes no dia (e nem por isso ele está certo…).

 

Resultado de imagem para relógio parado

 

 

Como saber se algo funciona?!

 

Essa pergunta pode ter passado pela sua mente (assim espero…), e a resposta para ela é bem simples!

Já mencionei aqui no blog uma coisa chamada EFEITO LINDY, onde as coisas (sejam ideias, produtos, conceitos, entre outros) que sobrevivem ao longo do tempo, tem uma maior tendência a continuar existindo.

Outro ponto a ser observado é a quantidade de dados que essa técnica possui. Se ela for muito nova, haverá pouca informação válida a respeito, o que diminui sua confiabilidade.

Quanto mais tempo algo está “vivo” por aí, mais pessoas tendem a utilizar. É uma regra simples: O que é inútil é descartado.

Porém, não é somente porque está sendo utilizado por outras pessoas, que estas sabem utilizar da forma correta.

 

 

 

O que funciona para mim?!

 

Para saber o que funciona para você, é necessário se conhecer. Coisa que eu repito e repito aqui no blog. Se você ainda não parou pra pensar nisso, dá uma olhada nesse POST.

Quando você descobre o que você consegue ou não fazer, o que você tolera e o que não tolera, você vai perceber se o estilo operacional que você está utilizando é compatível com o seu perfil psicológico.

Se ambos forem compatíveis, é muito mais fácil se aprofundar nesse operacional, sem ficar pulando de galho em galho.

Logo, muita gente que entra no mercado não se conhece, querendo resultados rápidos, e para isso acabam comprando cursos aleatórios somente por que aquela pessoa “boleta alto

Ou por que tem a promessa de lucros consistentes de forma quase instantânea… E nem vou entrar em questões de Calls de sala e afins…

Como eu já vi por aí, pessoas utilizando “Médias móveis para identificar tendência” mas não sabem ler a tendência do mercado… (to falando de Teoria de Dow, para quem ficou confuso)

Questione, estude, procure entender quais as utilidades do que  você está aplicando. Se souber usar as ferramentas de forma correta, terá meio caminho andando até seu objetivo.

Então fica aqui a dica do tio: Se você não se conhece, NADA funciona. Nem todas as estratégias e técnicas SERVEM PARA VOCÊ. Logo, NEM TUDO FUNCIONA… Quem diz que tudo funciona, está mentindo pra você….

Se conheça em profundidade e descubra o que funciona para você. E pelo amor de Deus, quando descobrir, ESTUDE MUITO, a ponto de saber utilizar até mesmo se o mercado estiver de cabeça para baixo! (e mais importante, saiba quando não agir!)

 

Resultado de imagem para trader da bolsa de valores

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem usa o Instagram, só me seguir lá no @herick.borges.14

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Em resumo, mercado é Contexto e Probabilidades

Sucesso passado não garante sucesso futuro

Você sabe exatamente o que quer?!

Vou te tirar da sua Zona de Conforto

A Confiança do Profissional

Arriscando sua própria pele

Ser trader: Em resumo , Mercado é Contexto e Probabilidades

AVISO IMPORTANTE! O assunto que vou abordar hoje pode ofender o ego de alguns traders, principalmente os mais “experientes“. Praticamente, acho que consigo desmistificar um ou outro conceito de mercado aqui, até porque, em resumo, Mercado é contexto e probabilidades.

 

 

Por onde eu começo?!

 

Para quem estudou um pouco a mais a respeito do mercado (para quem de fato foi além, tá?!) vai conseguir entender o principio desse post. Quem não o fez, vai ficar incomodado.

Não te culpo, caso fique. Espero que o que eu escreva aqui, te ajude a enxergar as coisas de um ponto de vista diferente. Não quero mudar você.

Para a grande maioria (lembre-se disso), o Mercado se resume em técnica, números, cálculos matemáticos, projeções e afins. Ignoram por completo outros fatores que tangem e influenciam, seja o Mercado, seja o operador em si.

Acham que o mercado é uma fórmula exata onde 1+1 é igual a 2, onde existe a relação causa e efeito. Coisas que eu já abordei no post de PROBLEMA DE NARRATIVA.

Para essa galera, o Mercado tende a “respeitar” as regras dos operacionais deles, como se os indicadores que eles usam e a forma como veem o “mercado”, dão maior exatidão e precisão.

Como eu disse no post sobre HESITAÇÃO, quanto mais informações você possui, mais fácil não tomar decisão alguma.

Agora, deixa eu esclarecer umas coisas a respeito dessa “fé cega” nessas coisas…

 

 

 

Destruindo o que você acredita

 

Para quem não sabe, meu maior passatempo no mercado, além de entender o funcionamento da mente dos operadores (a minha inclusive!) é aprender métodos operacionais diferentes do meu e descobrir suas falhas.

Nada contra com quem opera de forma diferente da minha, de modo algum. Acho até interessante, pois posso comparar as linhas de raciocínio.

Quando encontro operadores que SABEM operar seus indicadores, eles me dão uma aula de como usar e faz sentido para mim, por mais que eu não vá usar. Eles também sabem QUANDO NÃO USAR essas estratégias (o que julgo tão importante quanto saber).

A esses operadores, eu tenho respeito. Já para os que não sabem me responder…

A galera tem uma dificuldade tremenda em entender o que são fatos, com probabilidades concretas de acontecer e projeções, com probabilidades imaginárias.

 

 

 

Operando com Projeções, cálculos complexos e afins…

 

Resultado de imagem para metricaO maior erro dos traders (na minha opinião) é não saber ler o mercado, e nem se interessar por isso, porém querem ver ele através de indicadores e projeções.

É como se você quisesse conversar com alguém, mas ao invés de falar diretamente, você fosse falar com um amigo dessa pessoa.

O erro é que existe perda de informação nesse trajeto. Exemplo prático: Uma média móvel É SEMPRE ATRASADA EM RELAÇÃO A TENDÊNCIA! Isso é um fato, não tem desculpas (porém, o cara que fica ligado no Mercado, percebe o inicio da tendencia muito mais rápido…)

A partir daí, as pessoas começam a acreditar em projeções de mercado, fornecidos por indicadores, mostrando “até onde o Mercado vai” ou “onde exatamente o Mercado vai virar” entre outras coisas…

O Mercado não funciona assim. Não funciona com PROJEÇÕES. Por um simples fator: ELE É FORMADO POR PESSOAS! 

Resultado de imagem para ora ora temos uma xeroque rolmes

 

 

De uma vez por todas: APRENDA A LER O MERCADO!

 

Pelo simples fato de o Mercado ser formado por pessoas, ele se torna imprevisível! Não existe projeção ou métrica precisa para ele.

Se você não souber ler o mercado, não souber identificar seus movimentos através dos próprios movimentos dele (e não de indicadores), você não vai saber reagir quando algo mudar (e nem saber usar o indicador correto #ficaadica).

E com isso, vai querer aprender outra técnica, outro indicador para mostrar reversões e mais informação… e tudo isso te tira do foco!

Entender o Mercado é bem mais simples do que se imagina: É basicamente, Contexto e Probabilidades aplicados de forma prática! SÓ! MAIS NADA!

Não é projeção, não é indicadores, nem cálculos matemáticos complexos… É COMPORTAMENTO HUMANO APLICADO, com suas respectivas probabilidades intrínsecas!

Você pode não concordar comigo, tudo bem… Isso só me mostra que você está com a maioria…

E aqui vai um dado interessante: Cerca de 95% dos Traders que entram para tentar a vida no Mercado, não alcançam a consistência… Ou seja A MAIORIA! (E se você acha que não não faz parte, sinto lhe dizer que VOCÊ NÃO É ESPECIAL)

Ainda não concorda comigo? Está bem…  Existe uma máxima no Mercado, tida como “lei” que diz: “O mercado é soberano“. Se ele faz o que quer, não acha contraditório alguém afirmar que a “projeção dele” vai ser respeitada pelo Mercado?

Agora, sabendo dessas coisas que eu mencionei acima, te pergunto: Onde, de fato você quer estar, nos 95% ou entre os 5%? O que você tem feito para chegar lá? E como você pode desenvolver o comportamento e o mindset correto para chegar lá? (Spoiler: Ler esse blog sempre, é um deles!)

 

Resultado de imagem para trader vencedor

Leitor constante do blog tendo ganhos!

 

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem usa o Instagram, só me seguir lá no @herick.borges.14

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Sucesso passado não garante sucesso futuro

Você sabe exatamente o que quer?!

Vou te tirar da sua Zona de Conforto

A Confiança do Profissional

Arriscando sua própria pele

Trader e os Boxeadores

 

Ser trader: Sucesso passado não garante sucesso futuro

Você é do tipo que sempre teve “sucesso” em outras coisas e acha que vai conseguir replicar o seu “sucesso” no mercado financeiro só por conta disso? Desculpe te trazer para a realidade mas: Sucesso passado não garante sucesso futuro

 

 

Antes de mais nada, saiba que você está entrando em um “ambiente novo”

 

Somos seres de hábitos e costumes, e como ja expliquei aqui, nosso cérebro trabalha através de atalhos para economizarmos energia. Isso é natural.

Logo, é comum cometer o erro de pensar que “Se eu consegui antes, vou conseguir de novo“, mesmo que isso signifique que você esteja realizando uma tarefa completamente diferente do habitual.

É muito mais “fácil” você conseguir ser bem sucedido em algo que você conhece e já tem certa experiência.

Por exemplo: é muito mais fácil ser bem sucedido em uma faculdade assim que sai do ensino médio, devido a rotinas de estudo do que parar de estudar durante um tempo e retornar a sala de aula.

A dificuldade é maior, pois terá que se readaptar a rotina de estudos.

Então, antes mais nada: Não importa de “onde você veio”, quando chegar ao Mercado, você vai precisar se adpatar a ele, e sendo assim, esqueça seus sucessos passados…

 

 

 

Sucesso é…

Resultado de imagem para sucesso

 

 

Sucesso por sucesso não significa nada. Não é porque você conseguiu escalar o Everest que vai ser, automaticamente, um trader bem sucedido. Tira isso da sua cabeça.

Não importa quem você foi para o mercado e sim quem você vai se tornar enquanto estiver dentro dele!

Muitas pessoas se revelam e se conhecem quando encaram o mercado, por ele ser imparcial, intolerante e que não suporta baboseira e nem desculpas!

O principal é saber o que sucesso significa para você! Para alguns, pode ser conseguir bens materiais, para outros é uma sensação, estado de espirito… Enfim, pode ter inúmeros significados!

Portanto, pense um pouco: O que sucesso significa para você?

 

Resultado de imagem para carros, mulheres, iates gif

 

 

Nem tudo é dispensável!

 

Obviamente, é impossível como ser humano, esquecer tudo para começar algo novo, sem vieses ou maneirismos. Podemos pegar como exemplo alguém que nunca dirigiu e aprende na auto escola, e alguém que já dirigiu e vai para auto escola.

O primeiro aprende o modo correto mais rápido, por estar em “branco”. Já o segundo tem que se reeducar e se livrar de vícios motores,  para aprender o modo correto.

Quando entramos no mercado, sempre temos os melhores pensamentos possíveis a cerca dos nossos resultados. Porém muitos de nós não conseguimos nos livrar de vieses de experiências anteriores, sejam boas ou ruins…

Podemos chegar nos achando o máximo e o mercado nos mostrar que não somos essa coca cola toda! Podemos chegar cheios de coragem, e o mercado nos mostrar que somos mais medrosos do que aparentamos…

Porém, podemos nos beneficiar de habilidades e comportamentos desenvolvidos anteriormente, com base nas nossas experiências, e adaptá-las para usar no mercado.

Esses comportamentos e habilidades, como disciplina, paciência, foco, pensamento estratégico, coisas que podem ser desenvolvidas totalmente fora do Mercado, que ajudam a alcançar alguma meta, quando focadas para o mercado, te ajudam a dar um salto.

Então, entenda que sucesso passado não garante sucesso futuro, PORÉM os comportamentos e habilidades que o levaram a alcançar esse sucesso, sim…

 

CURSO DE PORTEIRO PROFISSIONAL: SUCESSO PROFISSIONAL

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem usa o Instagram, só me seguir lá no @herick.borges.14

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Você sabe exatamente o que quer?!

Vou te tirar da sua Zona de Conforto

A Confiança do Profissional

Arriscando sua própria pele

Trader e os Boxeadores

Processo de evolução de uma criança

Ser Trader: Você sabe exatamente o que quer?!

Você sabe exatamente o que quer no mercado financeiro? Tem certeza disso? Então, leia o post até o final e descubra se realmente você sabe o que quer!

 

 

Eu sei o que eu quero(?)!

 

A coisa mais comum que ouvimos de outros traders, e que a maioria busca, é a tal da consistência no mercado. Querem viver do mercado, fazer dinheiro, ter liberdade, ter mais tempo para fazer o que gosta… tudo isso através da consistência.

Ok, nada contra você dizer que quer a consistência e tudo o que ela pode te proporcionar no mercado, porém, me responda: O que significa ser consistente para você?!(note que eu perguntei SER e não TER… Se não sabe a diferença, leia esse POST)

Pense um pouco na resposta que você pretende dar a essa pergunta, pois a partir dela você vai descobrir se o que você está querendo é possível ou não…

Resultado de imagem para para quem não sabe para onde quer ir

 

 

 

Entenda de verdade o que você quer!

 

Na maioria das vezes, ficamos com uma ideia na cabeça, de algo que queremos, e tratamos isso como um objetivo, como uma meta. Porém, não percebemos que muitas das coisas que queremos não passam de sonhos ou de uma ilusão.

Não conseguimos quantificar as coisas, torná-las palpáveis, e com isso, perseguimos sonhos, o que nos causa muita frustração…

Muitos traders querem a consistência, mas não sabem definir ela. Cada um tem um entendimento sobre o que é “Ser consistente” no mercado, tendo uma visão bem limitada a respeito disso.

Acham que ser consistente é nunca mais tomar prejuízo, o que na prática (e matematicamente falando) é impossível. Acham que em um “determinado momento” a chave vira, e como num passe de mágica, pronto, se tornou consistente…

Quando acordamos do sonho, e notamos que perseguir sonhos gasta mais tempo e energia do que perseguir metas e objetivos, mudamos nossa perspectiva e nosso modo de pensar.

 

 

Transforme seus sonhos em Metas

 

Resultado de imagem para não ha ventos favoraveis para quem não sabe onde vai

 

Como disse lá no começo do post, você sabe exatamente o que você quer?

Permita-se questionar  a você mesmo em relação a isso, fazendo assim uma autocrítica e uma autoanálise para saber se o que você quer é um sonho ou uma meta.

Se o que você “quer” é algo que não cabe dentro de um carrinho de supermercado, ou seja, seja algo real, que você possa tocar, ver, ouvir ou sentir, então você tem um sonho.

Ser consistente não é meta, é sonho. Transforma-se em meta quando você transforma isso em algo mais especifico.

Quando você quer ser consistente? O que você já faz para ser consistente? Quem você será quando for consistente? Quais comportamentos você precisa desenvolver para alcançar sua meta?…

Percebe, que para sair do mundo dos sonhos e traçar um objetivo, uma meta, você precisa se questionar e traçar um plano?

E então, vai ficar aí sonhando e querendo, ou vai levantar a sua bunda da cadeira e traçar um plano?!

 

 

Galera, recado rápido!

Recebo muitas mensagens de traders que dizem que não conseguem ter sucesso no mercado, alegando que são indisciplinados, que não conseguem seguir o plano de trading, que são ansiosos, que quebraram suas contas…

E para ajudar esses traders, temos o Treinamento Mente de Trader, focado justamente na solução desses problemas! Com esse treinamento, você vai aprender a desenvolver as habilidades necessárias para se tornar um trader bem sucedido no mercado.

Quer dar o próximo passo na carreira de Trader Vencedor?! Clica AQUI

 

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem usa o Instagram, só me seguir lá no @herick.borges.14

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Vou te tirar da sua Zona de Conforto

A Confiança do Profissional

Arriscando sua própria pele

Trader e os Boxeadores

Processo de evolução de uma criança

As vantagens de ser um Trader Solitário

 

Ser Trader: Vou te tirar da sua Zona de conforto

Já escrevi bastante sobre vários assuntos aqui no blog, sempre passando um pouco da minha experiência como trader e o que eu passei/ estou passando até o momento. Por isso, no post de hoje EU VOU TE TIRAR DA ZONA DE CONFORTO.

 

 

Como assim, você vai me tirar da minha zona de conforto?

 

 

Resultado de imagem para zona de confortoSempre repito aqui no blog, a importância de se desenvolver alguns comportamentos e atitudes importantes, para ser um Trader melhor (assim como uma pessoa melhor).

Dentre esses estão se AUTOCONHECER,SABER QUEM VOCÊ É, aprender a LIDAR COM O SOFRIMENTO, com as PERDAS e com o MEDO.

Também já alertei sobre AUTOSSABOTAGEM, afim de evitar que você entre em MODO DE AUTODESTRUIÇÃO e assim quebre sua conta!

Além de vários outros alertas para que você não caísse em armadilhas, que são jogadas por aí no mercado e evitar as falácias dos outros.

Sempre falei, porém hoje quero fazer algo um pouco mais prático! (lembra do  Walk the Talk, do post sobre APRENDENDO ATRAVÉS DO EXEMPLO?)

Mas para isso, é importante que você já tenha lido esses posts anteriores, que eu coloquei acima.

Com isso, eu vou fazer você sair, por alguns instantes, da sua ZONA DE CONFORTO. Muito provável de você se incomodar um pouco, o que vai ser normal.

Sendo assim, aviso que esse post é um pouco mais curto, porém, talvez seja um dos mais importantes para você. Espero que esteja preparado.

 

Resultado de imagem para guaxinim gif

 

 

Perguntas para você

 

Aprender a questionar as coisas, e principalmente a nós mesmos, é uma coisa muito boa, se feita da forma correta. Nos faz ver as coisas de um outro ponto de vista, e assim, considerar outros fatores importantes.

Portanto, fazendo as perguntas corretas, podemos alcançar outros níveis.

Peço que você as leia com atenção, e tire o tempo necessário para respondê-las:

  • O que você realmente quer?
  • Quando especificamente você quer ? (defina uma data)
  • Esse seu objetivo é alcançável?
  • Quem será afetado positivamente e negativamente pelo seu objetivo?
  • Quem que você conhece que já alcançou esse mesmo objetivo que você?
  • Quais atitudes e comportamentos são necessários desenvolver para alcançar esse objetivo?
  • Quais atitudes e comportamentos você já possui que te aproximam do seu objetivo?
  • Quem você é hoje antes de alcançar seu objetivo? Quem você será quando alcançar ele?
  • O que você pode fazer hoje, que vai te aproximar do seu objetivo?
  • Como você vai por em prática, o que você se propôs a fazer hoje?

 

 

Esse é mais um daqueles posts, para lembrar a você leitor o O POR QUE DE EU SER F#$@ (se não acredita, clica aí nesse post, e me dê razão).

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem usa o Instagram, só me seguir lá no @herick.borges.14

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

A Confiança do Profissional

Arriscando sua própria pele

Trader e os Boxeadores

Processo de evolução de uma criança

As vantagens de ser um Trader Solitário

Lembre-se de quem você é

 

 

Ser Trader: A Confiança do Profissional

Bem, vamos lá! Esse post é só pra quem é Trader de verdade, ou que pretende ser um. Hoje vamos falar de um sentimento que muito poucos (só os Traders de Verdade) vão conseguir desenvolver: A Confiança do Profissional.

 

 

Trader de Verdade x Meio Trader

 

Eu sei, eu sei, muitos não vão gostar. Mas não estou aqui para agradar todo mundo, mas sim, mostrar algumas verdades, sejam elas boas ou ruins!

Algumas pessoas dizem que “Trader” é qualquer pessoa que faça operações na bolsa, independente do resultado. Por definição da palavra, o “Trader” é qualquer negociante, independente do produto que venda.

PORÉM, temos aqui uma grande distinção. Existem os Traders de Verdade e os Meio Traders.

Meio Traders, são operadores que não estão totalmente dedicados ao mercado e que não assumem os riscos dele. Ou seja, acabam tendo um “colchão” para onde cair, caso tudo dê errado, uma rota de fuga (Sejam financeiros ou não financeiros… quem entendeu, entendeu…).

No geral, pessoas que trabalham com outras coisas que não o mercado somente e operadores que não estão levando o trading a sério (mas acham que estão, pulando de técnica em técnica, e até mesmo vendendo cursos, estando a uns 6 meses no mercado…).

Já os Traders de Verdade, são aqueles que “queimaram os barcos” e não tem para onde correr. Abriram mão da segurança e conforto, e assumiram os riscos da profissão. Todos os riscos…

Esssa diferença deve ser feita, por que, a mentalidade de cada um e suas respectivas evoluções, são diferentes.

 

 

Desenvolvendo a Confiança do Profissional.

Resultado de imagem para confiança em si mesmo

 

Assim como a CONSISTÊNCIA, a confiança não é algo que você compra para usar, ou que “vira a chave“, e de repente você acorda numa bela manhã e diz: “Uau! Como estou confiante!“.

Isso é algo que você constrói ao longo do tempo, com prática e dedicação. Quanto mais se fizer e estudar, mais preparado você vai estar para as mais inúmeras situações possiveis.

E isso demanda tempo, esforço, dedicação, disciplina, controle emocional entre outras coisas.

Sem desenvolver essa confiança, você entra em MODO DE AUTODESTRUIÇÃO, se desesperando por que alguns dias foram ruins… e ainda está no começo do mês!

Só quem é Trader de Verdade, vai perceber o quanto desenvolver essa confiança, ter uma FÉ INABALÁVEL, é importante para manter o psicológico no lugar.

 

EU SOU A P#$@ DE UM TRADER!

 

O melhor indicador de que essa confiança esta sendo desenvolvida e crescendo em você, é quando você consegue reverter seu saldo negativo em positivo, sem se desesperar. Com a tranquilidade de “quem sabe o que está fazendo“.

Nesse momento, é que você percebe que tudo o que você se dedicou a aprender e praticar, fazem sentido e que de fato, não precisa se preocupar por quê, VOCÊ SABE O QUE ESTÁ FAZENDO.

Como mostrei no post sobre EXEMPLO, falar é muito mais fácil do que fazer. Dizer que é “Trader” é facil. Mostrar que é complica…

Ah mas não fechei o mês/ semana/ dia Positivo!” E daí?! Se você sabe o que está fazendo, seguiu seu plano, respeitou o gerenciamento, você foi profissional. E até mesmo os melhores traders, tem dias de loss. A diferença de um Trader de Verdade para um Meio Trader, é justamente saber como lidar com isso.

Por isso reforço, que existe essa diferença… a começar que um Trader de Verdade, não se preocuparia com isso! Mas sim, faria uma outra pergunta: O que eu posso melhorar, para alcançar minha Meta?!

E aqui deixo duas perguntas para você, leitor:

– Você quer ser um Trader de Verdade?!

– O que você tem feito para aumentar sua Confiança?!

 

Resultado de imagem para Trader

 

 

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem usa o Instagram, só me seguir lá no @herick.borges.14

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Arriscando sua própria pele

Trader e os Boxeadores

Processo de evolução de uma criança

As vantagens de ser um Trader Solitário

Lembre-se de quem você é

Você não é especial

 

Ser Trader: Aprendendo através do exemplo

Uma coisa que sempre foi muito forte em mim, foi o respeito a quem tem mais experiência que eu. E sempre gostei de estar aprendendo através do exemplo dado por essas pessoas. No post de hoje, quero falar um pouco sobre isso.

 

 

Walk the Talk

 

Amém!♡Essa é uma expressão em inglês, que significa “Fazer o que fala“. Essa expressão é usada para que você tenha base para poder falar de algum assunto, para que você possa sustentar seu argumento com exemplos práticos, ao invés de somente “falar” (teorizar) a respeito de algum assunto.

Ou seja, caso você aconselhe alguém a fazer alguma coisa, que você somente diga algo que você de fato faria ou que viveu, e não o “correto” que você não pratica.

 

Essa expressão é o oposto do “Faça o que eu falo, mas não faça o que eu faço“.

Quando você assume a responsabilidade pelas suas ações, é de extrema importância que você tenha base para sustentar suas ações, através da experiência adquirida com seus próprios erros e acertos ao longo da sua caminhada.

Não adianta de nada você “se mostrar” para alguém de uma forma, e quando ninguém está vendo, você “age” de outra.

E olha, no mercado, existe muita gente aí que fala muito e pratica pouco (ou nada) do que fala.

 

 

Seja o exemplo para os outro

 

Um bom exemplo é o melhor sermão. — Benjamin Franklin

 

Não adianta, por mais que você não queira, acaba se tornando referência para alguém, de algum modo. Talvez até, alguma pessoa esteja nesse momento se inspirando em você!

Logo, é muito importante manter a retidão no seu caminho. Muitas culturas, desde épocas muito antigas, falam sobre isso, de formas diferentes (tratando como honra e prestígio, muita das vezes).

Temos exemplos que vão desde samurais à mafiosos italianos, ao melhor estilo O Poderoso Chefão. Pessoas que agem de acordo com o que falam e cumprem suas promessas (mesmo que lhe custasse a vida!)

Costumo dizer que se você não honra um compromisso com você mesmo, você nunca o fará com ninguém.

Mesmo em coisas simples, como por exemplo, prometer não comer doce durante um dia inteiro, e no meio do dia você o faz, você passa uma mensagem muito errada, não só para as pessoas ao seu redor, mas também para seu cérebro.

Pois ele entende que o que você fala, não deve ser levado a sério, e com isso você se AUTOSSABOTA, quebrando sua promessa. Assim, você se sente impotente diante de situações onde precisa ser firme e agir sem hesitar, pois vai pensar em uma coisa e agir de outra.

Percebe como algo simples, tem um efeito enorme?!

 

 

 

Cuidado com quem diz que sabe o que é melhor pra você

 

Espero que tenha ficado claro o meu posicionamento a respeito das ações das pessoas, principalmente no mercado,Resultado de imagem para walk the talk certo? Então, posso começar uma pequena treta aqui…

O que eu vejo muito, são outros traders que FALAM muito bem sobre disciplina, sobre gerenciamento de risco, que fazem cálculos e mais cálculos sobre Risco/Retorno… Dão aula!

E, convivendo tempo o bastante no meio deles e observando, o que eu mais percebo é: OS MESMOS QUE “FALAM” SOBRE DISCIPLINA, GERENCIAMENTO DE RISCO E CONTROLE EMOCIONAL, SÃO OS QUE MAIS QUEBRAM AS PRÓPRIAS REGRAS!

Sim! São os que tem seus “Dias de fúria” (odeio esse termo, prefiro Dia que fui Idiota), são os que fazem operações a mais do que deveriam, são os que rasgam o gerenciamento de risco durante o pregão, que se estressam, que são ansiosos…

E no dia seguinte, querem pagar de defensores da disciplina. O que pra mim não tem moral alguma. É o mesmo que um fumante dando conselhos sobre parar de fumar…

O que quero defender aqui é o FALE MENOS E FAÇA MAIS, compreende?!

Você não precisa “falar” sobre DISCIPLINA, você precisa ser disciplinado. Você não precisa “falar” sobre GERENCIAMENTO DE RISCO, mas seguir o seu plano. Você não precisa “falar” sobre CONTROLE EMOCIONAL, e sim precisa ser controlado.

Entende que você não precisa teorizar e que, ao invés disso, você precisa agir?!

Então que fique de lição, da próxima vez que alguém lhe disser que sabe o “que é melhor para você” ou algo do tipo, observe suas ações para ver se condizem com o discurso dado…

Se não for, já sabe!

#pas

 

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem usa o Instagram, só me seguir lá no @herick.borges.14

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Arriscando sua própria pele

Trader e os Boxeadores

Processo de evolução de uma criança

As vantagens de ser um Trader Solitário

Lembre-se de quem você é

Você não é especial

Ser Trader: Arriscando sua própria pele!

No post de hoje, quero mostrar a importância de se estar arriscando a própria pele no mercado, e o quanto isso é importante para sua evolução como trader.

 

 

 

Colocando o seu na reta!

 

Resultado de imagem para arriscando a propria pele

 

Como já disse aqui no blog antes, nós seres humanos temos o incrível super poder de nos virar diante de qualquer situação adversa.

E toda nossa cadeia de pensamento muda quando o “nosso ta na reta“, ou seja, quando assumimos os riscos de alguma coisa, nossa mente se adapta àquele novo cenário.

Isso vale desde os primórdios até hoje. Antes, literalmente arriscávamos nossas vidas, assumindo o risco de morte caso tomássemos a decisão errada. Hoje, não precisamos chegar a esse extremo, porém em alguns casos podemos arriscar outras coisas intangíveis (carreira, prestígio, honra, e por aí vai…)

Quando nos arriscamos, nós temos por obrigação, fazer o nosso melhor, independente da situação. Temos que nos adaptar e obter os melhores resultados possíveis.

De forma automática, nos colocamos em um nível de cobrança muito maior, pois entramos em modo de “Se der deu, se não der…” (praticamente em modo de sobrevivência)

 

 

 

Se tornando melhor por assumir riscos

 

Quando entramos nesse modo de “sobrevivência“, nós damos real importância a atividade que estamos executando. Nosso cérebro entende que aquilo é vital, e todo o foco e energia se desvia para aquela atividade, todas as sinapses e conexões de informação são destinadas para auxiliar na execução

Com toda essa energia, mantida em foco, você começa a “ver” as coisas de forma diferente. Dando a importância que deve ter. Por isso que há uma enorme diferença entre o Trader que somente tira dinheiro do mercado para sobreviver e o Trader de meio expediente (que opera e trabalha formalmente).

Os gregos aplicavam essa “regra” aos engenheiros, forçando-os a morar durante um período embaixo das pontes que eles mesmos projetaram e construíram. Tanto os engenheiros quanto suas famílias. Então, imagina a responsabilidade de se fazer um bom trabalho…

 

 

 

Não confie em quem não se arrisca

 

Nesse mundo que é a bolsa de valores, existem pessoas que se arriscam (nós traders, por exemplo) e pessoas que não se arriscam (analistas, jornalistas, entre outros).

Como mencionei acima, quem se arrisca de verdade, tem um pensamento diferente de quem não se arrisca. Para quem esta na linha de frente, existirão consequências reais (perda de dinheiro, por exemplo) enquanto para quem não se arrisca e somente “dá ordens” não existe consequência.

O que ocorre é uma transferência de fragilidade, ou seja, quem não se arrisca fica com todos os bônus e sem consequência nenhuma ou quase zero, deixando essa consequência para outra pessoa ou grupo.

Por exemplo, um analista pode passar um “call” de uma operação, porém ele mesmo não a executa, colocando o dinheiro dele na mesa. Se der certo, ele fica com o mérito de ser um “ótimo analista manjador dos paranauês“. Se der errado… “O mercado não respeitou, acontece, vamos pra próxima

Você pode até argumentar que “é contra a lei“, pois a CVM não permite. E eu digo que esse é mais um motivo para não confiar…

Nunca confie em alguém que não está lutando ao seu lado.

 

 

 

Esse post foi inspirado em um capitulo do livro Antifrágil, do autor Nassim Nicholas Taleb. Livro que recomendo fortemente a leitura!

Já fiz outros posts baseados nesse livro e, lendo todos, é possível entender o conceito central do livro, como um resumo em posts separados:

Aprendizado pela Via Negativa

Intensidade ou Repetição

A Falácia da Taxa média de acerto

Opcionalidade e Pressão

Exposição ao Risco

Aluno bom e Bom aluno

Cometendo Iatrogenia no Trading

Aprenda a ser Ignorante

Se tornando Antifrágil

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem usa o Instagram, só me seguir lá no @herick.borges.14

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Trader e os Boxeadores

Processo de evolução de uma criança

As vantagens de ser um Trader Solitário

Lembre-se de quem você é

Você não é especial

Entendendo os seus resultados

 

 

Ser Trader: Trader e os Boxeadores

É incrível, como podemos comparar o mercado financeiro com tantas outras atividades não relacionadas. Aqui no blog eu já falei sobre POKER, FILMES E SÉRIES, e até com BEBÊS!

Agora eu quero comparar com o Boxe! Vamos ver o que tem em comum entre o Trader e os Boxeadores

 

 

 

 

Antes de tudo, vem a preparação!

 

Resultado de imagem para Boxeador treinando

 

Podemos não gostar de afirmar isso, mas nós Traders, querendo ou não, somos “atletas” no mercado financeiro. E como todo bom atleta, devemos estar bem preparados. Ter boas bases.

Assim como o boxeador, precisamos passar por toda essa fase de preparação antes de entrar no ringue pra valer. Temos que aprender a como socar, esquivar, ter bons reflexos, desenvolver algum INSTINTO… Criar uma boa base.

Todo excelente boxeador, dá total importância para sua base de preparação, pois é com ela que ele vai lidar com os adversários no ringue. E depois que se entra no ringue, não tem como voltar atrás.

 

 

 

Treino, treino e mais treino…

 

Entre uma luta e outra, o boxeador não deixa de continuar praticando. Ele se mantém disciplinado e segue as regras de treino e dieta.

Muitos, após o período de recuperação pós-combate, já iniciam seus treinos novamente mesmo sem luta nenhuma a vista. Somente para se manter afiado.

Como traders, não podemos nos descuidar também. Não podemos deixar de continuar os treinos “fora dos ringues“. Temos que continuar a nos aprimorar e evoluir.

Seja estudando com mais profundidade nossa própria técnica, seja nos conhecendo melhor, aprendendo mais sobre nosso psicológico… O que importa é estarmos em movimento de evolução.

 

 

Enfim, hora de entrar no ringue…

 

Como mostrado, antes de pisar no ringue, existe uma extensa preparação. Precisa de um tempo para estar pronto. Não é do dia para noite.

E ainda assim, leva um tempo para desafiar o campeão e tentar levar o cinturão. Então o fator tempo é extremamente necessário.

Quando se está no ringue, é quando todo o treinamento e preparação devem mostrar seu valor. Todo o controle emocional, estratégia e estudo do adversário devem estar alinhados para que se alcance a vitória.

Se manter calmo é fundamental, pois se ele se deixar levar pela raiva, pelo stress, pelas pessoas a sua volta, ele perde o controle da sua própria respiração, o que o desestabiliza de dentro pra fora.

Então imagina o quanto um boxeador deve se manter calmo, enquanto é acertado no rosto…

Há uma frase no boxe, atribuída ao Mike Tyson que diz: “Todo mundo tem um plano até tomar o primeiro soco na cara”.

É nesse momento, que se não tomar cuidado, a raiva toma conta e você age por impulso (qualquer semelhança com o primeiro loss e o seu “dia de fúria”, é mera coincidência… tem nada a ver…)

E uma coisa muito importante, que eu levo de lição pessoal, “Se for pra entrar no ringue, entre pra nocautear”. Se for entrar, tente derrubar com um soco, e não fique dando jabs no seu adversário, por que ele não vai ter pena de você…

 

Resultado de imagem para frases mike tyson

 

 

 

Tentei trazer um pouco das semelhanças entre os boxeadores e nós traders. Se eu desse continuidade, esse post ficaria enorme!

Espero que tenham gostado e deixem nos comentários, sugestões de temas e assuntos que podemos abordar aqui, para ajudar mais ainda a vocês

 

Bônus:

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem usa o Instagram, só me seguir lá no @herick.borges.14

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Processo de evolução de uma criança

As vantagens de ser um Trader Solitário

Lembre-se de quem você é

Você não é especial

Entendendo os seus resultados

Aprendizado pela Via Negativa

Iludido pelo que se vê