Escolha uma Página

Ser Trader: Aperfeiçoamento de um Trader

Definição

Definição de Aperfeiçoar

No post de hoje, falaremos sobre a transformação de alguém em um TRADER de verdade além de algumas coisas internas e externas que cercam toda essa transformação. Então, para quem leu o post anterior, esse daqui vai acabar sendo um complemento, para ajudar a ampliar a visão e o entendimento a respeito da sua própria mentalidade. (caso não tenha lido, só clicar  aqui)

No post anterior, falamos sobre a diferença de pensamento entre Ser Consistente e Ter Consistência, então hoje vou expor a minha humilde opinião e demonstrar o porque acho mais importante Ser Consistente do que Ter Consistência.

Para começo de conversa, podemos considerar que um Trader é qualquer pessoa que negocie ativos, seja na bolsa ou fora dela, então, qualquer um que der uma ordem de compra ou venda já é de fato, um trader. Um Trader de verdade é a pessoa que entende que isso é uma profissão e levam as negociações a sério, estudando e se focando, afim de obter os melhores resultados e poder viver dos lucros de suas operações. “Ok até aqui, mas qual a diferença?” Bem, em primeiro lugar o impacto emocional de perder grana no mercado… Para um trader mais “casual”, perder uma certa quantia de dinheiro em um dia, não vai fazer muita diferença, pois pode possuir outras fontes de renda, como um trabalho formal por exemplo. Já para um Trader que está tentando tirar a grana do mercado para pagar as contas… Essa é só uma das várias diferenças.

Uma outra coisa que acho interessante é que você pode ter consistência em perder dinheiro no mercado, então esse é mais um motivo que eu prefiro o outro ponto de vista…

A Transformação do Trader

Imagem relacionada

Particularmente, sou adepto da filosofia do “Ser para Ter”, aprendi isso cedo e me trouxe muitos benefícios na vida de um modo geral. Logo, acabei descobrindo que esse mesmo tipo de pensamento trouxe os melhores resultados das minhas operações, sejam elas de ganho ou de perda financeira.

 

Imagem relacionadaPara quem está começando agora no mercado, que está em fase de aprendizado de alguma estratégia, método, setup ou o que for, é muito comum ter as seguintes reações: Quando ganha: NOSSA, EU SOU DEMAIS! NINGUÉM É MELHOR QUE EU NISSO AQUI!  e quando perde: ESSE SETUP É UM LIXO; ESTRATÉGIA HORRÍVEL; ISSO AQUI NÃO FUNCIONA! VOU USAR O SETUP DA BOLA DE CRISTAL DO TRADER

 

Temos como instinto natural a associar os acontecimentos aos nossos sentimentos, ou seja, quando realizamos algo que nos deixa orgulhosos, automaticamente nosso ego entra em ação, tomando partido e se assumindo como responsável por aquele feito. Já quando o contrário acontece, o mesmo ego se esconde e coloca a culpa em coisas externas que muitas das vezes, coitadas, não tem nada a ver.

Isso tem um enorme efeito sobre o Trader, pois por não assumir a responsabilidade pelos resultados, ele nunca vai ter condições de evoluir e aprender. Como muitos hoje sofrem de ansiedade, não só pelo mercado em si mas por coisas do cotidiano também, as pessoas querem resultados imediatos e quando não se alcançam esses resultados, culpam o mundo e não elas mesmas, seja pelo imediatismo e/ou pela falta de prática.

Quando você percebe essa ansiedade, esse sentimento de querer tudo na hora, você precisa escolher entre ceder e ir atrás de algo novo, com o sentimento de esperança de achar o santo Graal do trading ou faz a escolha de colocar o pé no freio e refletir.

Quando se assume a responsabilidade pelas operações e pelos seus resultados, você dá início a sua transformação. Assim, você começa a compreender que nem tudo está sob seu controle, mas você fará o máximo possível para ter um ótimo resultado. Vai começar a se dedicar mais aos estudos, vai começar a se aprofundar na sua estratégia, começará a se observar durante as operações e quando essas transformações começarem, ocorrerá uma segunda mudança na sua perspectiva: Você vai começar a se entender. Saber onde você está errando, saber quando as emoções estão tomando conta, saber quando parar, saber quais gatilhos te afetam, aprenderá a controlar as emoções para que não afetem suas escolhas de entradas. O que leva a terceira transformação que se resume a tornar-se disciplinado e com isso seguir as regras de trading.

Nesse momento, quando chegar ao nível de ser disciplinado, você vai perceber que a consistência é algo que vem de dentro para fora. Independente da estratégia, método, setup ou da bola de cristal que você tenha comprado. A partir disso, seu foco será no seu aperfeiçoamento, na prática, na profundidade e como consequência os resultados virão, cedo ou tarde.

Mudar, assumir que estamos errados e que precisamos melhorar é uma atitude que requer humildade e coragem, até por que ninguém gosta de dizer que está errado, não é verdade? Além de tudo, mudar não é fácil. Quando você escolheu ser um trader de verdade, vem junto no pacote um monte de desafios que você deve encarar, e evitá-los ou dizer que não existem, é só uma maneira de procrastinar as coisas. Terão pessoas próximas que não entenderam e que podem desmotivá-lo, seus próprios resultados a curto prazo, podem fazer com que você queira desistir e querendo ou não, tudo isso impacta diretamente. Quando se alcança este nível de ser disciplinado e focado, virá junto uma fé inabalável em você mesmo, te motivando e impulsionando, dia após dia, independente do que você ouça ou de um dia ruim.

Mantenha o foco em você e se transforme em um trader de verdade, assuma as responsabilidades da profissão. Ao Ser responsável, ser disciplinado e  ser focado no seu aperfeiçoamento, você tem a consistência.

Para dar uma complementada no assunto:

 

Ainda não leu os posts anteriores? clica aí:

Ser ou Ter

Mindset

Controle emocional do Trader e seus benefícios

Ainda não se inscreveu no canal? Só clicar  aqui: Patricia Pedroso Coach

Curta nossa página no Facebook: Mente de Trader

Ser Trader: Como sua mentalidade afeta seus resultados

Resultado de imagem para ser e ter

Conversando com um amigo sobre assuntos cotidianos, acabamos entrando numa certa questão filosófica. Começamos a dialogar sobre “Ser e Ter”. Do ponto de vista dele, era necessário Ter para Ser, como exemplo, era necessário Ter muito dinheiro para Ser rico. Já do meu ponto de vista, é necessário Ser rico para Ter muito dinheiro. Defendemos nossos pontos de vista e eu fiquei com essa questão na cabeça e comecei a ver a atividade de um Trader por essa ótica, me levando a ver as coisas sob uma nova perspectiva.

Uma das coisas que comecei a questionar foi a Consistência de um Trader. Isso é algo que ele precisa Ser ou ter?

Partindo do principio de Ter para Ser, o Trader necessitaria manter uma média de resultados constantes para poder se basear nos seus resultados e dizer, com segurança, que é consistente no mercado, porém caso haja alguma série de resultados ruins, isso pode afetar sua visão a respeito da sua própria consistência, fazendo com que ele “perca” a consistência por um tempo. Seguindo o ponto de vista de Ter para Ser, o Trader estará se baseando nos seus resultados finais para poder se afirmar, necessitando de uma “confirmação externa” de sua capacidades de negociação na bolsa, do esforço e autocontrole do emocional e tudo o que cerca o trading.

Do outro lado, temos o ponto de vista de Ser para Ter, onde o Trader sente as mudanças que ocorrem com ele diariamente e com isso vai se tornando consistente ao longo do tempo. É mais uma questão de mudanças de hábitos, sentimentos e disciplina que impactam na execução das operações e como consequência impactam nos resultados finais, fazendo com que a consistência seja alcançada pouco a pouco. Enxergando desta forma, o Trader sente a transformação de dentro para fora, se baseando nas suas “confirmações internas” (uma bússola interna) e se testando todos os dias afim de buscar os resultados.

Resultado de imagem para ter para ser

Em ambos os pontos de vista, os resultados finais terão impacto direto para o Trader, obviamente. Sendo um Trader “Ter para Ser”, o resultado final que ditará se você está ou não indo bem, funcionando como um placar. Já sendo um Trader “Ser para Ter”, se os resultados não forem como esperado, podem se sentir frustrados e decepcionados. Mas no final das contas quem define qual o impacto na sua vida como Trader e como você reage a tudo isso, independente de como você veja, será o seu mindset.

Não existe um jeito certo ou errado, em relação a estes pontos de vista, somente uma maneira diferente para cada um de como se enxergar diante das situações adversas que o mercado nos coloca. Para quem é do tipo “Ter para Ser” vai ser diretamente impactado pelos resultados financeiros em contrapartida, quem é do tipo “Ser para Ter” pode estar com um resultado negativo e ao mesmo tempo sentir que está evoluindo (consistência de dentro para fora, ou seja Ser consistente para ter consistência).

E aí, já parou para pensar em qual tipo de Trader você é? Conta pra gente aí nos comentários!

Ainda não viu nossos outros posts? Então clica aí:

Diferenças de Mindset para o Trader

Frustração e Estresse no Trading

Controle emocional do Trader e seus benefícios

Quer saber mais sobre como alcançar a  Alta performance no Trade e ainda não conhece o Canal no Youtube? Confere o conteúdo lá: Canal Patricia Pedrozo

Ser Trader: As Diferenças de Mindset para o Trader

Resultado de imagem para mindset

Muitos já ouviram falar em mindset, alguns acham que é um “pacote de coisas” para se aprender e ter, magicamente, a vida transformada e poucos, muito poucos, se aprofundam no assunto afim de entender, de fato, o que é um e como se formam os mindsets

Antes de mais nada, vamos a definição de Mindset:

MINDSET é uma palavra da língua inglesa que significa atitude mental, mentalidade ou modelo mental. É um conjunto de hábitos, crenças, pensamentos e atitudes que formam a maneira de pensar e agir de alguém.

De forma mais prática, mindset é como sua mente reage aos eventos que ocorrem, induzindo-o seu corpo a como agir, quais emoções sentir e até mesmo o significado de algum evento específico para você. De acordo com a autora Carol S. Dweck, autora do livro Mindset, essa mentalidade é construída ao longo do tempo (indo contra muitos livros, videos e listas espalhadas por aí na internet) e não algo que você “compra e usa por um tempo”.

Resultado de imagem para mindset fixo e de crescimentoEssa mentalidade se desenvolve a partir da infância, iniciando-se com a interação dos pais com seus filhos, imprimindo neles as percepções do mundo a seu redor e fazendo com que essa criança comece a desenvolver “respostas internas” às coisas que a cercam. De forma simples, se os pais desta criança forem muito exigentes de “perfeição” e não permitirem erros, há uma grande probabilidade de que esta criança tenha uma mentalidade fixa (mindset fixo). Já os pais que não são tão exigentes, que permitem que seus filhos errem e aprendam com os erros, além de dar apoio necessário e incentivar a continuar com as atividades, por mais difíceis que pareçam no momento, tem maior probabilidade de crescer com uma mentalidade de crescimento (mindset de crescimento).

As pessoas com mindset fixo acham que elas possuem uma inteligencia e capacidade de aprendizado limitadas, que não são capazes de fazer atividades mais complexas, são do tipo de pessoa que preferem o “certo” ao invés do desconhecido. Possuem uma mentalidade que as mantém na mediocridade e vê as pessoas que alcançam sucesso como pessoas que nasceram com o dom para fazer aquela atividade seja ela qual for.

Pessoas com mindset de crescimento gostam de aprender coisas novas, não possuem o medo de cometer erros ao longo do caminho, gostam de ser desafiadas através de atividades complexas e não se contentam muito com o status quo das coisas.

Resultado de imagem para mindset fixo e de crescimento

Como dito anteriormente, um mindset é algo construído ao longo do tempo e não existe uma fórmula mágica para que, de um dia para o outro, você mude toda sua mentalidade de uma vez. Cada pessoa traz consigo uma bagagem única de experiências, lembranças e emoções, além de crenças pessoais e hábitos que fazem com que elas tomem suas decisões ao longo do caminho e por isso, é impossível mudar tudo de uma vez. Logo, formar um modelo mental é um trabalho de “formiga” e deve ser feito pouco a pouco, através da mudança de hábitos, mudança das crenças limitantes que cercam os pensamentos e atitudes, e ir evoluindo as etapas de mudança gradativamente. Com isso, é possível sair de um mindset fixo para um mindset de crescimento, dedicando-se bastante a essa mudança.

Toda a sua mudança de mentalidade irá refletir em como você enxerga a vida de uma forma geral, abrangendo desde suas relações com outras pessoas e com você mesmo até em como reagir a eventos inesperados, o que é primordial para um Trader.

Com uma mentalidade de crescimento bem formada e devidamente enraizada, é possível questionar as crenças que  limitam nosso desenvolvimento, seja pessoal ou como Trader, nos faz rever hábitos ruins e substituí-los por hábitos melhores, nos ajuda a rever o significado de certos eventos que nos ocorreram e acima de tudo, ajuda a ter resiliência diante das adversidades que o mercado nos traz.

“Tudo bem, entendi as diferenças, mas como faço para mudar?”

Achei que ninguém fosse perguntar!

Se você é do tipo de pessoa que se cobra muito por resultados e busca a “perfeição” ou abandona uma estratégia por ela não dar o resultado esperado em um curto período de tempo, já sabe qual tipo de mentalidade você possui, eisso já é um passo muito importante. Para iniciar uma mudança, é preciso começar a se questionar a respeito das atitudes e ações que toma e avaliar seus resultados, mas lembre-se que para se ter resultado deve-se dar o tempo necessário, então não seja imediatista! Como já disse antes, é um trabalho de “formiga”, portanto pode começar através da mudança de alguns hábitos operacionais, por exemplo. Se precisar de ajuda com isso, só dar uma olhada nas regras da atividade difícil e segui-las a risca. A partir dessas regras você já começa a criar o habito da disciplina e uma mudança nunca vem sozinha…

Resultado de imagem para mindset de trader

E ai, gostou do post? Já viu os outros? Ainda não? Então clica aí

Frustração e Estresse no Trading

Controle emocional do Trader e seus benefícios

Quer saber mais sobre como alcançar a  Alta performance no Trade e ainda não conhece o Canal no Youtube? Confere o conteúdo lá: Canal Patricia Pedrozo

Ser Trader: O Controle emocional do Trader e seus benefícios

Resultado de imagem para com autocontrole emocional

 

Certa vez, ouvi que nós vemos o mundo exterior como um reflexo do nosso mundo interior. Muitos Traders não percebem o quanto isso é importante para quem está todos os dias realizando um exercício mental de alta performance, que exige muito, mas muito mesmo, de nossa mente e autocontrole.

O nosso mundo interior significa o quanto nos conhecemos e o quão profundo temos consciência dos nossos limites e capacidades. Já o mundo exterior será o reflexo do nosso mundo interior, em relação as coisas que nos acontecem e como reagimos a estes eventos. E isso tudo tem muito a ver com a profissão de Trader.

Para ficar mais claro, imaginemos 2 Traders com mesmo domínio operacional, porém com mundos interiores diferentes:

O primeiro decidiu focar em possuir um autoconhecimento profundo, conhecer seus limites emocionais, saber quando suas emoções começam a interferir nos trades e saber quando deve parar. Aprendeu a dar um passo atrás quando se sente empacado ou quando toma um stop loss, afim de procurar um lugar melhor para operar, além de maximizar o seu operacional ao limite, para conseguir os melhores resultados. Devido a seu autocontrole, não fica chateado ao fechar no prejuízo, pois sabe que isso faz parte do jogo e compreende que existem variáveis que ele não controla.

Resultado de imagem para autocontrole emocional

Controle emocional – Equilíbrio entre razão e emoção

 

O segundo Trader preferiu focar somente no operacional, esquecendo-se do controle emocional, com isso se tornou um Trader ansioso e medroso, deixando suas emoções assumirem o lugar do racional, não conseguindo entrar numa operação sem ficar nervoso, com as mãos suando e o coração acelerado. Quando acerta, parece que tira um peso das costas, mas quando leva um stop… Stop? Esse segundo Trader tem um pavor dessa palavra, além de ficar com raiva ao levar um e começa a culpar tudo e todos. Entende que quem leva stop, é um Trader ruim, e ele não é um “Trader ruim”, então não admite estar errado, de ter entrado em um ponto ruim. Sempre fica receoso com as operações, gosta de aguardar uma segunda, terceira ou até uma quarta confirmação para entrar na operação. Gosta de culpar terceiros pelas coisas que acontecem no mercado e pelos stops que toma. Foco, esquece. Gosta de operar de formas diferentes porque “o mercado é diferente a cada dia” então usa umas 3 estratégias diferentes (mas no final das contas, não tem estratégia nenhuma). Se fecha um dia negativo, saia de perto. Se fecha uma semana, já esta estressado e muito nervoso, começa a mudar de estratégia, caçar cursos por aí e fica sempre em busca do Santo Graal do trading.

 

Resultado de imagem para urso do pica pau gif

Trader sem controle emocional, caçando o Santo Graal

Não parece, mas o primeiro Trader vai encontrar muito mais oportunidades de operações, com ganhos excelentes, do que o segundo Trader. O primeiro focou em se entender e se aprofundar em uma única estratégia, mantendo o foco, já o segundo, resolveu aprender técnicas variadas, gerenciamentos de risco e de trades “milagrosos”, esquecendo completamente dele mesmo e de masterizar uma estratégia por vez.Esses Traders existem e estão espalhados por aí. Com certeza, esbarrará mais com o segundo tipo do que com o primeiro.

Resultado de imagem para Mind explosion gif

Desenvolver esse autocontrole, vai desencadear mudanças na sua mentalidade e ajudar a enxergar e pensar com mais clareza, diante de situações com elevado nível de tensão e pressão. É como se colocassem um óculos onde você conseguisse enxergar oportunidades onde outros não estariam vendo.

 

Então ao invés de ficar pulando de técnica em técnica, querendo aprender TUDO o que existe sobre o mercado, foque em aprender mais sobre você mesmo, em como você se comporta em situações adversas, como gerencia suas emoções e assim por diante. “Perca” esse tempo se conhecendo, mesmo que signifique se afastar um pouco do mercado, pois os lucros que você colherá, não só no mercado como para a vida, serão incríveis!

Se quiser aprender em como começar a se tornar o primeiro tipo de Trader, só clicar nesse link:Regras da Atividade Difícil

Quer saber mais o que acontece quando o tempo resolve agir sobre o segundo Trader, só clicar nesse link aqui:Frustração e Estresse no Trading

Quer saber mais sobre como alcançar a  Alta performance no Trade e ainda não conhece o Canal no Youtube? Confere o conteúdo lá: Canal Patricia Pedrozo

Ser Trader: Frustração e Estresse no Trading

Muitas das vezes, sentimos que estamos nadando, nadando e nadando, porém não saímos do lugar ou que não chegamos a lugar nenhum. Esse sentimento de “não sair do lugar” nos causa uma frustração e estresse enormes, aumentando o peso que carregamos ao longo das operações.

Esses sentimentos se tornam muito mais contundentes quando sofremos novas perdas, sejam elas por cometermos erros que já havíamos cometido ou por nossa análise do mercado estar errada naquele momento, e calhamos de descobrir que havia um ponto melhor de operação, com maior probabilidade de acerto, logo em seguida de tomar aquele stop cheio (quem nunca?).

Imagem relacionada

Aquela frustração de não conseguir o ganho

O que acontece é que quando nós estamos estressados, nosso corpo entende que estamos em uma situação de “perigo”, fazendo com que nosso cérebro economize energia, diminuindo literalmente nosso campo de visão, nos colocando em estado de “lutar ou fugir” e isso tudo ocorre em questões de milésimos de segundos.

 

Lutar ou Fugir

Mas o que isso tem a ver com as operações?

Com a sua “visão limitada”, você vai acabar não enxergando pontos importantes dentro da sua estratégia, onde você poderia realizar trades com probabilidades maiores de acerto a seu favor, além de tornar seu pensamento mais rígido, o que pode ser fatal para o Trader (quem não conhece aquela velha historia de insistir no erro?). Com seu corpo em estado de “lutar ou fugir”, você ficará com medo de realizar as operações, muita das vezes medo de entrar NAQUELA operação do dia que te daria o ganho das galáxias! Seja por ter tomado um loss antes, ou estar vindo de uma sucessão de perdas na semana ou no mês, deixa o medo e ansiedade tomar o controle e te congelar.

 

Resultado de imagem para controle emocional

Controle o estresse ou ele controlará você

Isso tudo forma uma espiral da morte, pois o Trader se sente frustrado e estressado por não acertar, como consequência por estar estressado em não conseguir acertar, faz marcações e/ou operações ruins, fica com medo de tentar novamente pelo erro anterior e quando vê o trade indo a seu favor, mas não entrou, se sente mais frustrado e mais estressado por não acertar… e o ciclo continua até quebrar a conta ou quebrar o espirito do Trader, aquela vontade de voltar no dia seguinte e continuar operando.

 

Por isso, tanto para a saúde do Trader quanto para a saúde da conta, é preciso que o se tenha consciência do quanto as emoções estão afetando os resultados, se é necessário uma pausa ou, as vezes, somente sair para dar uma volta em algum lugar para distrair, seja com a família, com amigos ou sozinho.

Fique atento ao seu estado emocional e não permita que ele assuma seus trades, pois, os resultados serão desastrosos. Quando necessário, dê um passo para trás e reavalie, pois é melhor dar um passo para trás para em seguida dar dois para frente do que tentar continuar, tropeçar e cair feio.

Resultado de imagem para controle emocional

Controle emocional

Quer uma ajuda para desenvolver a disciplina e o auto controle? Dá uma olhada nesse Post: Regras da Atividade Difícil

Quer saber mais sobre alcançar a  Alta performance no Trade e não conhece o Canal no Youtube? Confere o conteúdo lá: Canal Patricia Pedrozo

Ser Trader: As Regras da Atividade Difícil

Operações em bolsa de valores podem ser consideradas como coisas simples, porém não são fáceis de se fazer. Possuem uma carga emocional muito pesada, devido a nossa ligação com o dinheiro e o que ele significa para nós, individualmente. Toda essa carga emocional faz com que muitos traders quebrem regras estipuladas por eles mesmos, como por exemplo (talvez a mais comum) não respeitar seu gerenciamento de risco e acabar perdendo muito, ou tudo, em um único dia.

Obviamente existem outros fatores que induzem o trader a cometer esse pecado mortal, tornando essa questão de “não seguir as regras” um pouco mais complexa, porém, isso é assunto para outros posts.

Hoje vamos falar sobre um ponto específico, que pode ajudar a ter mais disciplina, algo simples, porém bastante eficaz, se usado da maneira certa.

 

 

 

 

Um exercício que pode ajudar o trader a se tornar mais disciplinado, tanto emocional quanto tecnicamente, é utilizar o que chamamos de Regras da Atividade Difícil.

Estas regras consistem, de forma simples, em fazer o trader a seguir seu plano de trading e gerenciamento de risco, afim de torna-lo mentalmente resiliente, aumentar sua disciplina e sua garra. Sem mais rodeios, vamos às regras:

 

 

 

 

Em primeiro lugar, é ESTRITAMENTE proibido desistir antes do tempo estipulado ou inventar desculpa para não realizar os trades.

Então, como a Primeira Regra Fundamental, é necessário que VOCÊ estipule um tempo no qual estará realizando seus tradings. Por exemplo: Vou realizar trades nos próximos 3 meses, 4 semanas, e assim por diante. Uma dica importante é quanto maior o tempo escolhido, melhor o resultado, devido as probabilidades de acerto ao longo do tempo.

Definido este tempo, vamos a Segunda Regra que consiste em você definir seu gerenciamento de risco e financeiro para este tempo de operações. Não vai adiantar muito querer operar por um longo tempo com um capital muito pequeno, ou que o gerenciamento não permita muitas operações ao longo deste tempo estipulado. Lembre-se que Bolsa é constituída por probabilidades, então use-as a seu favor.

Para a Terceira Regra, será necessário que você já possua uma estratégia de negociação definida, seja ela qual for.

A terceira e última regra é a mais difícil de todas, está pronto? A terceira regra é: EXECUTE TODOS OS TRADES CONFORME MANDA A ESTRATÉGIA, SEM PENSAR MUITO OU QUESTIONAR, limite-se somente pelo seu gerenciamento e pelo limite de perda diária.

Agora o bicho pegou, não é?

Bem, o intuito das Regras para Atividades Difíceis tem como objetivo fazer com que o trader tenha mais disciplina, controle o lado emocional durante as operações e ganhe confiança no seu operacional, através da repetição, ao invés de ficar mudando de estratégia. o tempo todo e com isso, não dar tempo para que os resultados cheguem.

Seguir essas regras pode ajudar o trader no caminho da consistência, então persista, insista e nunca desista!

Essa regra foi adaptada do livro Garra, da Angela Duckworth. Fica a dica de leitura 😊