Escolha uma Página

Ser Trader: Processo de evolução de uma criança

Já parou para pensar em como seria o processo correto de evolução de um Trader?! Quando se presta a devida atenção a sua volta você aprende umas lições importantes. Esse texto é um ótimo exemplo disso!

 

 

 

O que uma criança pode me ensinar sobre o mercado?!

 

“Mas que pergunta mais besta!” você pode ter se perguntado. Ou talvez até olhado o titulo do post e pensando “nem a pau eu leio isso…” Bem, se você não ler, vai estar perdendo uma lição extremamente importante…

Como afirmei logo de inicio, se você prestar atenção as pequenas coisas, você aprende lições grandiosas.

Observando uma criança de um pouco menos de um ano, comecei a prestar atenção a uma coisa, que para nós adultos é bem simples, mas que para ela, é algo extremamente complexo e difícil: Andar.

E é engraçado como nosso cérebro, mesmo naquela idade funciona, separando os processos, nos ajudando a executar nossas tarefas.

Se pararmos pra pensar em todo o processo de que uma criança executa para poder aprender a andar, e posteriormente correr, é uma grande lição de concistencia.

 

 

 

Observando o processo

 

Resultado de imagem para bebes andandoO processo de andar para uma criança, começa quando ela começa a aprender a se manter sentada, sem cair para os lados. Ali ela começa a desenvolver o equilibrio necessário para se manter estável, se tornando a base de todo o processo.

Em seguida, ela aprende a engatinhar, pois desenvolve a cruiosidade pelo ambiente e resolve “explorar“, logo precisa se mover. E no começo ela engatinha de forma atrapalhada e lenta, e com o tempo vai ficando mais uniforme e as vezes rápido demais!

Conforme ela cresce, ela começa a tentar se manter de pé e se equilibrar. Note que o equilibrio está presente em todos os processos…

Quando ganha confiança o suficiente, começa a arriscar os primeiros passos, dando um ou dois de início. Cai algumas vezes durante todo o processo, mas não desiste e continua tentando dar mais passos. Note que uma criança não força o caminhar. Literalmente caminha até onde suas pernas alcançam, e dão passos curtos.

E depois disso, começam a correr, pular… e que os pais tenham disposição!

 

 

 

Aqui fica a grande lição!

 

Bem, se enquanto você lia a descrição do processo, não pipocou na sua mente o insight e a visão que eu tive…

Muita gente chega no mercado querendo resultados rápidos e querem fazer muito dinheiro de uma vez. Resultado? Quebram, vez após vez.

Com esse pensamento de “fazer muito dinheiro rápido” operam demais, se alavancam demais, assumem riscos desnecessários… querendo dar grandes passos…

Mas essas mesmas pessoas mal conseguem ficar de pé sem cair. Não prestam a devida atenção ao processo de evolução natural. Querem logo pular as etapas, mas não é assim que funciona!

Se você quer poder ter a chande de “correr“, antes você deve aprender a se equilibrar, engatinhar, se manter de pé, dar pequenos passos e depois, só depois, tentar correr pra algum lugar!

Em que lugar desse processo você se encontra hoje?

 

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem usa o Instagram, só me seguir lá no @herick.borges.14

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

As vantagens de ser um Trader Solitário

Lembre-se de quem você é

Você não é especial

Entendendo os seus resultados

Aprendizado pela Via Negativa

Iludido pelo que se vê

O Trading e o Poker

Ser Trader: As Vantagens de ser um Trader Solitário

Solidão geralmente é associada a um a coisa ruim para a maioria das pessoas. Acho um equívoco, pois pode-se extrair grandes coisas dessa solidão toda. No post de hoje, vou mostrar As Vantagens de ser um Trader Solitário.

 

 

 

Se isolando do mundo

 

Quem não ama a solidão, também não ama a liberdade: apenas quando se está só é que se está livre.... Frase de Arthur Schopenhauer.

 

 

Quando nos tornamos traders, percebemos o quão solitária é essa profissão. Hoje em dia, com redes sociais e grupos de mensagens, o sentimento de “estar sozinho” diminuiu.

Nos acostumamos a ter “colegas de trabalho” próximos, e quando vamos para o mercado, somos só nós e a tela do computador. Como o ser humano é um animal social, estar sozinho nos causa algum desconforto.

Porém, quando estamos muito expostos a opiniões e outros fatores externos, acabamos nos contaminando com muitas informações, principalmente as divergentes e conflitantes, causando dúvidas e questionamentos das nossas ações. E isso é fatal para qualquer Trader…

Portanto, algumas vezes se isolar do mundo dos Traders, acaba se tornando benéfico para você (e até para sua consistência).

 

 

 

Encontrando o caminho

 

Where Should I GoEncontrar o caminho sozinho, não é fácil. Alguns conseguem  (e admiro muito quem o faz), outros precisam de ajuda para encontrar somente a direção (como foi meu caso…) e outros que não encontram o seu caminho nunca…

O fator solidão, é de extrema importância pois ele é responsável por fazer você SE encontrar. Ou seja, trilhar seu próprio caminho. Afinal, no mercado não existem trilhas prontas!

Quando você tem energia para realizar somente uma coisa, você a concentra totalmente nessa atividade. Assim, seu foco permanece no mesmo ponto. Quanto mais tempo o foco permanecer, mais você vai aprender e descobrir sobre o que você está executando (por mais simples que seja!)

Se mantendo isolado do mundo externo, restando somente seu mundo interno, você vai manter seu foco por completo em você, no seu operacional, no seu psicológico, nas suas reações ao mercado…

… E com o tempo (pouco tempo, se o fizer direito) vai estar em vantagem contra a maioria dos outros traders. E não precisa ser um gênio para entender que uma vantagem nesse mercado, por menor que seja, faz toda a diferença.

 

 

 

Usando (da forma certa) a solidão ao seu favor.

 

Não, você não precisa ir para o alto da montanha, ser um eremita e viver isolado da sociedade… E hoje, é muito mais fácil se isolar do mundo do que parece.

Vou me utilizar como exemplo para demonstrar como eu uso essa “reclusão” ao meu favor, além dos benefícios que eu tenho.

Basicamente, criei alguma pequenas regras, que imponho a mim mesmo, como por exemplo:

  • Não estar em salas de corretoras.
  • Evitar estar em salas com outros traders com um operacional completamente diferente do meu.
  • Não seguir outros Traders em redes sociais (por vários outros fatores, não só técnicos).
  • Não ler livros que todos os outros traders leem (Isso é de extrema importância).
  • Se distanciar do meio, para que possa me observar melhor (evitando fazer o que todos fazem…).
  • Não estar em grupos de Traders que possuam um operacional diferente do meu.
  • Operar sozinho sempre (Sem mensagens, redes sociais, nem nada… só musica).

Essas “regras” me ajudam a manter o foco no meu operacional, no meu gerenciamento, na minha disciplina e no meu psicológico.

Como já disse aqui no Blog, ser Trader é uma profissão que requer 24h de trabalho no dia. Ou seja, você é um trader dentro e fora do mercado.

E obviamente, é importante já ter um operacional definido. Você pode associar essas regras acima, com essas outras REGRAS DA ATIVIDADE DIFÍCIL  e com esse post aqui sobre GERENCIAMENTO para te ajudar!

 

 

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem usa o Instagram, só me seguir lá no @herick.borges.14

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Lembre-se de quem você é

Você não é especial

Entendendo os seus resultados

Aprendizado pela Via Negativa

Iludido pelo que se vê

O Trading e o Poker

Os Donos da Verdade

Ser Trader: Lembre-se de quem você é!

Em muitos momentos das nossas vidas, por conta da correria e da rotina, acabamos não sendo nós mesmos durante algum tempo. Então, no post de hoje, eu quero te fazer um pedido: Lembre-se de quem você é!

 

 

 

Em meio ao caos…

 

Quando estamos com muitas pressões em cima de nós (família, contas a pagar, a vida de forma geral…) nós muita das vezes adotamos uma postura totalmente diferente do que nós somos de verdade.

Tomamos decisões que, em um “estado normal“, não tomaríamos. As vezes por medo, as vezes por que nos machucamos antes.

É como se vestíssemos uma armadura para nos proteger do mundo, para que as coisas não nos afetem. Alguns se tornam pessoas mais frias, outras se tornam pessoas dominadas pelo medo.

 

 

 

Nunca perca sua essência

 

https://cdn.pensador.com/img/frase/lu/qu/luque_vidal_nao_perca_a_sua_essencia_nao_se_perca_de_qu_l950q8g.jpg

 

 

Eu já falei sobre criar âncoras emocionais, aqui no blog. E sendo bem utilizadas, essa ferramenta te ajuda a manter o foco no principal.

É muito importante fazer algumas pausas, seja durante o dia ou durante a semana, e acessar essas memórias para que você se “lembre” do por que de estar fazendo o que está fazendo.

Essas lembranças podem ser acessadas de várias formas diferentes: Meditação, uma musica, uma série, um filme, um texto… (Esse blog!)

Quando se faz isso, há um aumento de energia interno, te motivando a continuar, te mantendo de pé, mesmo que você tenha tido um dia horrível. (Aquele dia de loss feio!)

 

 

 

E o que isso tem a ver com o mercado?!

 

Quando você passa pelo processo de autoconhecimento, você é confrontado com você mesmo. Com seus medos e com seus desejos, com quem você é de verdade (e não tem como fugir!).

Encontrando sua essência, você se torna muito mais forte, mais resistente, mais resiliente… ANTIFRÁGIL até…

Portanto, essa conexão com você mesmo, mantém seus objetivos e metas sempre a vista, o que te faz se automotivar sempre que achar que o mundo, ou o mercado, te derrubou.

Quando tiver aquele dia pesado, aquele loss, o dia de indisciplina… lembre-se de quem você é!

E de forma automática, ao lembrar de quem você é, você vai lembrar do por que de estar ali, do por que de fazer o que faz…

Sempre que necessário, faça essa pausa e reconecte-se com você mesmo, para repor as energias e manter tudo no seu devido lugar!

Em tempo: Te desafio a começar a próxima semana de uma forma diferente! Nesse final de semana, crie uma playlist com as musicas que te façam lembrar dessa sua essência.E pelo menos uma vez ao dia você vai ouvir essa playlist (ou parte dela).

No final da semana, você me fala o que você achou da experiência!

 

Não perca a essência

 

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Você não é especial

Entendendo os seus resultados

Aprendizado pela Via Negativa

Iludido pelo que se vê

O Trading e o Poker

Os Donos da Verdade

O Ambiente do Trader

 

 

Ser Trader: Você não é especial!

Sim! É exatamente isso o que você leu! Você não é especial e vou te mostrar o por quê!

 

 

 

Se sentindo especial demais…

Resultado de imagem para você não é especial

 

Quando criança, ouvimos muitos elogios, do quanto somos inteligentes, bonitos, espertos… Quando crescemos, vamos nos esforçando na escola para se tornar um ALUNO BOM, com as melhores notas.

Crescemos com o sentimento de ser especial, único… todos dizem isso a você o tempo todo (até mesmo quando você é um adulto).

Quando se torna adulto, e assume as responsabilidades, cai a ficha de que o mundo “não é aquela janta toda“. Que a escola ou a faculdade, onde você tinha as melhores notas, não te prepararam para a vida…

E amigos, quando a vida bate, ela bate pra te derrubar. Alguns aguentam a porrada outros, choram no chão em posição fetal.

 

 

 

Acertos passados não significam acertos futuros.

 

O maior erro que podemos cometer é achar que por sermos bons em uma coisa, automaticamente, seremos bons e outra coisa. Essa sensação aumenta quando essa nova atividade possui semelhanças com a anterior.

Quanto “melhor” a pessoa for na atividade anterior, mais ela vai se achar capacitada para a nova. Afinal, ela se deu bem antes, o que a impede de ser a melhor agora, de novo?!

Então quando alguém que “lida com números, ou cálculos“, por exemplo, vem para o mercado, vem enviesada com a visão de “números” . Chega com fórmulas, cálculos, médias, indicadores…

Assim, com esse viés, esquece do principal: Observar e entender o mercado. Foca em livros técnicos, e esquece o psicológico. Acha que o mercado é matemática pura, integrais e derivadas, médias, causa e efeito…

 

 

 

Vamos baixar essa bola aí…

Resultado de imagem para anubis baixa a bola

Já mencionei antes aqui no blog que não se deve perder a humildade e nem a vontade de aprender sempre. É isso que faz o Trader evoluir, tanto como pessoa quanto como profissional.

Então, independente de onde você tenha vindo, de qual área que você tenha atuado antes, comece no mercado do zero e sempre com humildade.

Evite o pensamento do “se sou bom nisso, por isso vou me dar bem no mercado” por que você vai negligenciar muita coisa relevante. E quando perceber que deixou passar as coisas mais importantes, vai ser tarde. Você já pode ter quebrado.

Se você estiver enviesado, você já estará com meio caminho percorrido para quebrar a conta. Então, sempre esteja de MENTE VAZIA e disposta a aprender.

 

 

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Entendendo os seus resultados

Aprendizado pela Via Negativa

Iludido pelo que se vê

O Trading e o Poker

Os Donos da Verdade

O Ambiente do Trader

Intensidade ou Repetição

 

 

 

 

Ser Trader: Entendendo os seus resultados

Uma pergunta muito comum é “Quanto tempo leva para se tornar consistente no mercado?“. A resposta a essa pergunta é bem pessoal e vai depender de como você está entendendo os seus resultados.

 

 

 

Para tudo é necessário um tempo…

Resultado de imagem para tempo

 

 

Ser trader, não é facil. Requer muita dedicação e disposição de quem quer ter uma vida diferente das outras pessoas. E para que se alcance esse nivel, é necessário um certo “tempo de maturação“.

Assim como grandes empresas, o sucesso não vem do dia pra noite, o que significa que para cada caso, esse tempo vai ser diferente.

Portanto, vão existir casos onde algumas pessoas se tornaram consistentes relativamente rápido e outros em que pessoas ainda estão tentando, por muitos anos… Não há um padrão.

Então, não adianta querer se comparar com outros traders e desistir pelo fator “tempo“. Não quer dizer que se o Fulano Trader se tornou consistente em 1 ano, e você está a 1 ano e meio tentando, que você não vai conseguir…

 

 

 

… Mas não adianta desperdiçar esse tempo…

 

Muita gente entra no mercado, com o objetivo principal de poder viver dele. Ganhar dinheiro com liberdade e sem a pressão de um chefe, de horário, de espaço físico…

Ficam tão obececadas com o objetivo final que esquecem do processo. Se preocupam mais com o “que querem” do que com o “como faço“.

O que quero dizer com isso? Quero dizer que quando você foca tanto no objetivo, e não no processo, você deixa de encontrar oportunidades de melhoria, e qualquer “solução fácil” a ser apresentada você vai agarrar….

Ao invés de manter o foco no que você estudou e se aprofundar, se conhecer mais profundamente e melhorar, você irá optar pelo curso do cara que oferece o “setup 110% de acerto no mercado“.

Então, no final das contas, você estará desperdiçando o tempo que você quis dedicar ao mercado, tornando-o mais longo. Você posterga seu encontro com a consistência, pelo simples fato de VOCÊ ser inconsistente…

 

 

 

… então, saiba otimiza-lo.

 

O que o tempo tem a ver com os resultados? Um trás o outro, basicamente.

Os resultados só virão quando você der a devida a atenção a “como” você está seguindo o caminho para onde você “quer” chegar. Falam muito da regra de 10.000 horas, porém se você dedicar esse tempo de forma errada, do que adianta?

Logo, é necessário otimizar o tempo no qual você dedica as coisas. Manter o foco no seu processo, indentificar os seus pontos fortes e fracos, saber o que você deve melhorar e fazer qualquer ajuste necessário, que te leve mais proximo do seu objetivo.

Nota que eu falei sobre VOCÊ e não sobre os outros traders!

Vocês está no seu tempo, basta manter o seu ritmo. Na hora certa, quando você tiver uma visão mais madura e uma mentalidade mais forte, com seu processo devidamente certo… você começará a ver os resultados…

Hoje, se você ainda não tem resultados satisfatórios, não pense; “Isso não é pra mim… “. Ao invés disso, se pergunte: “Como eu melhoro isso?!“.

Ao fazer uma pergunta diferente, sua mente vai trabalhar para buscar uma resposta diferente…

 

 

 

Para complementar…

 

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Aprendizado pela Via Negativa

Iludido pelo que se vê

O Trading e o Poker

Os Donos da Verdade

O Ambiente do Trader

Intensidade ou Repetição

Exposição ao Risco

 

 

Ser Trader: Aprendizado pela Via Negativa

No ultimo post, levantei alguns questionamentos a respeito do que nós vemos por aí, principalmente nas redes sociais. Hoje, vou explicar um pouco sobre o aprendizado pela Via Negativa e como ela te ajuda a ver melhor as coisas.

 

 

 

A Via Negativa

Resultado de imagem para via negativa

 

 

Aprendemos a definir as coisas, desde cedo, pelo o que elas são e geralmente não questionamos isso. Aprendemos que existem algumas “verdades absolutas” durante a vida.

Nunca paramos para nos questionar o que as coisas “não são“.

Estar certo, não significa não estar errado e vice-versa.

O mesmo se aplica ao mercado, com algumas “verdades absolutas“, repetidas por todos (ou quase todos), sem questionamentos e nem aplicação prática da pessoa que está repetindo…

Isso vale para métodos operacionais, indicadores, cursos, notícias… enfim, para tudo.

Parece papo de maluco, não é? Continua lendo que já já, tudo vai fazer sentido para você

 

 

 

O efeito Lindy

Imagem relacionada

 

É comum tentarmos projetar o futuro, adicionando coisas nele que ainda não existem, tomando como base o que temos hoje.

Assim como, nas décadas de 1970/80, as pessoas imaginavam que nos anos 2000 teríamos carros voadores, viagens interplanetárias entre outras coisas. Talvez isso seja intrínseco do ser humano.

Não muda muito em relação ao mercado financeiro. Me diz, como você imagina o mercado daqui, a digamos, 100 anos? Robôs operando loucamente, existindo somente moedas virtuais, tecnologias que ainda não existem… acertei?

Agora peço que você pare por alguns instantes e pense: O que mudou do início do mercado até hoje? Foram implantadas muitas tecnologias ao longo do tempo (Computadores, internet, telefonia…) porém o método de se fazer negócios ainda é o mesmo (um comprador e um vendedor movendo o preço).

O efeito Lindy basicamente é o efeito de que se algo já existe, e é de fato útil e não é frágil, ele se adaptará as mudanças e ainda terá sua vida prolongada. Estranho né?

Vou dar um exemplo: Se um livro ele é publicado a, por exemplo, 20 anos, podemos dizer que ele, continuará a ser publicado, por pelo menos, os próximos vinte anos.

Porém, um livro que é recém lançado ou que tem muito pouco tempo de publicação, nós não podemos fazer essa afirmação.

 

 

 

Aplicando o efeito Lindy e aprendendo com a Via Negativa

 

Então, olhamos para o mercado, e vemos inúmeros métodos operacionais, feitos por inúmeros traders diferentes.

Sempre alguém tem um indicador novo, ou método novo de ler o mercado e operá-lo. Como disse no post anterior, pesquise uns 5 minutos e você encontrará aos montes.

A partir disso, você pode começar a questionar, por exemplo o tempo que determinado “setup vencedor” está no mercado!

Como no exemplo do livro, de nada adianta termos um trader de, sei lá, 6 meses no mercado com um “setup vencedor“, pois não podemos afirmar que ele estará no mercado, daqui a por exemplo, 10 anos… (quiçá, nos próximos 6 meses).

Assim como, podemos esperar que um trader com mais tempo de mercado, sei lá, 10 anos por exemplo, continue no mercado por pelo menos os próximos 10 anos.

Quando usamos a Via Negativa, vemos além do óbvio. Por exemplo, utilização de médias móveis

Esse é um indicador que está a um tempo no mercado, e talvez o mais utilizado pelos traders (não é o meu caso). Com certeza, daqui a uns 10 ou 15 anos, ainda haverão traders utilizando as médias móveis.

Alguns traders a utilizam o cruzamento de médias maiores com menores, para realizar suas entradas, por exemplo

. Uma coisa que é “verdade absoluta” é que as médias são rastreadoras de tendência. Todos de acordo, certo?

Logo quem as usa para esse propósito, tem uma boa chance de se dar bem quando o mercado está em tendência.

Mas o que elas não são?! (and the treta begins!)

Elas não são indicadores de início de tendência. Na verdade, elas te mostraram, com um certo “atraso”, e você só entrará depois que a tendência se iniciou.

Outra coisa que as médias não são: Suportes de preço e resistências (apesar de serem usadas como tal, muitas vezes).

Como assim? Eu uso médias móveis no meu operacional e funciona…” Eu não uso e o meu operacional também funciona, e não tem nada errado nisso.

O que eu quero deixar claro aqui é que: Se você começar a questionar por outro ponto de vista, você conseguirá entender melhor o cenário todo, assim como, olhando o passado da forma correta, conseguirá separar o que é bom e o que não é, evitando cair em armadilhas.

Ou seja, comece a questionar o que você aprendeu, se perguntando o que ele “não é” e tendo noção de quanto tempo ele já está no mercado. Assim, você aprende sobre as fraquezas do seu operacional e para de aceitar a desculpa do “é, as vezes não funciona…“.

 

 

 

Antes que vocês comecem a me jurar de morte, peço que leiam um livro chamado Como se tornar um operador e investido de sucesso, do Dr. Alexander Elder.

Apesar de eu não usar indicadores, eu gosto de aprender sobre para justamente entender onde e quando não se aplicam, e descobrir “fraquezas” nesses setups milagrosos que a gente encontra na internet.

No livro, o autor expõe uma base operacional (price action) e depois explica como utilizar alguns indicadores mais famosos, além dos fatores psicológicos por trás deles e principalmente quando não usar.

Para esse post, eu utilizei dois conceitos do livro Antifrágil, já mencionado em posts anteriores e utilizei o exemplo operacional do livro do Elder.

Ficam ambas as dicas de leitura.

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Iludido pelo que se vê

O Trading e o Poker

Os Donos da Verdade

O Ambiente do Trader

Intensidade ou Repetição

Exposição ao Risco

Aluno bom e Bom aluno