Sempre me inspiro para escrever aqui em coisas que acontecem (ou aconteceram) comigo e em situações que eu vejo que ocorrem com outras pessoas. Essa semana, eu vi uma dessas situações que me fez refletir e concluir que “A pressa é inimiga da consistência”.

Lucros?! Quero para ontem…

Desde crianças, criamos um vínculo muito forte com relação a dinheiro. Associamos causas e efeito ao possuir ou não ele. De certa forma, essa relação pode moldar nossa personalidade e mentalidade no futuro.

Quando crianças, ter dinheiro significa poder comprar mais doces, ter mais brinquedos, e na falta dele, ficar só na vontade e dependente da boa vontade dos outros.

Então, quando você cresce e começa a ter uma fonte recorrente de dinheiro, você começa a ver o mundo sob óticas diferentes. Se você teve uma infância “sem escassez“, terá uma visão talvez, um pouco mais desapegada. Já se houver “escassez“, talvez se apegará mais a ele. (aqui entram CRENÇAS LIMITANTES)

E então, entramos no mercado com esse apego ao dinheiro, que nos influencia na tomada de decisão, pois começamos a ATRIBUIR CARGA EMOCIONAL as nossas operações e sentimos medo de perder o dinheiro.

Resultado de imagem para nervosismo

É LOSS DE NOVO!

Aquele sentimento de recuperar…

Devido a essa carga emocional, esse apego ao dinheiro, gera em nós aquele sentimento de querer recuperar o que perdeu. Muita das vezes agimos por ímpeto e sem pensar, deixando o medo se transformar em raiva, afetando nosso sistema de tomada de decisão.

Nessa hora, entramos no modo “Fábio A. Trader” (peguem a referencia!) e metemos o louco, fazendo merda atrás de merda no mercado, na tentativa de “recuperar” o dinheiro. (Um nome chique pra isso é AUTOSSABOTAGEM)

Trabalhando todos esses anos nessa industria vital eu aprendi algo valioso: Não existe recuperar no mercado. O que existe é dinheiro novo.

“Mas eu pago as contas com o que?!”

Resultado de imagem para ansiedade

E agora.. meu financeiro…

Eu sempre falo com as pessoas que, ao entrar na bolsa, pare de pensar em termos financeiros. Literalmente esquecer que o dinheiro existe. A maioria tem essa dificuldade de dissociar as coisas, afinal estão na bolsa para ganhar dinheiro.

Quando eu falo para esquecer o dinheiro, perguntam logo “mas com o que eu vou pagar as minhas contas?!”. Pois bem, se você trabalha em uma empresa, por exemplo, não vai ficar todo santo dia olhando as coisas que você faz, computando suas horas de trabalho para saber o salário do final do mês, certo?!

Você não fica pensando em: “Hoje trabalhei mais 10 horas, então ganhei hoje X reais…”. Quando se pensa em dinheiro, se pensa no resultado final do mês. E advinha quem vai mais longe em termos de trabalho? Justamente os que não pensam no salário e focam no trabalho executado.

Geralmente, quem foca no trabalho que esta executando aprende e evolui mais do que o colega que está pensando no dinheiro. O primeiro consegue ver oportunidades de aprendizado, mesmo com uma remuneração mais baixa, do que o outro.

E quando esse primeiro é promovido, ou ele deu “sorte”, ou puxou o saco do chefe…

Entendam: Não digo que o dinheiro não é importante. De fato é. Mas você não deve pensar nele durante suas operações e nem fora delas. Foque nas suas operações e seus respectivos resultados.

A pergunta de 1 milhão:

Me responda com sinceridade: O que te faz ganhar dinheiro no mercado?

Quando não nos dissociamos desse “apego” ao dinheiro, o tratamos como algo que se eu perder não voltará mais. Isso é natural do ser humano, achando que uma situação é eterna (até que ela mude…)

E quando entramos na espiral da morte, nosso cérebro entra em modo de sobrevivência e tomamos decisões por emoção.

O que muita das vezes significa aumentar a mão pra recuperar o prejuízo, ver operações onde não existe, fazer mé(r)dio, se desesperar para que, no final de tudo, se quebre a conta (ou tenha um prejuízo monstro).

Quando não temos autocontrole, a ansiedade e o medo de perder tomam conta, e fazemos operações onde não devemos. O sentimento de derrota é maior ainda ,quando sabemos onde temos que fazer a operação e fazemos errado, antecipando a entrada e tomando Loss…

Logo, a resposta para a pergunta é simples: Acertar a operação e ter disciplina.

Você não ganha dinheiro com uma quantidade de contratos por si só. Independente dela, você ainda precisa acertar a operação.Seja com 1 contrato, ou 10000.

Se você não tem disciplina para manter um numero pequeno de contratos, por que você vai aumentar sua mão?

Nesse quesito sou bem radical: Ou desenvolve sua disciplina e autocontrole, ou cai fora do mercado, por que não é pra você…

Resultado de imagem para perda

To perdendo direto e não sei o que eu faço…

Antes que eu esqueça, não deixe de se cadastrar para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem tem curtido nossas publicações, convido vocês a conhecerem um blog irreverente e descontraído de um cara Top! Acessem lá: Blog do Magrelow Trader

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Outras fontes de aprendizado

Vamos falar de Gerenciamento…

Minha visão sobre o Trader

Espero que eu possa te ajudar

Um breve guia para iniciantes

Corra para o lado oposto!

Problema de Narrativa

 

 

 

The following two tabs change content below.

Herick Borges

Trader Autonomo
Trader autônomo e investidor na bolsa desde 2011. Coach formado pela Sociedade Latino Americana de Coach e autodidata em assuntos relacionados a finanças pessoais, investimentos, economia e um grande entusiasta em psicologia comportamental e de alta performance voltada ao Mercado Financeiro.

Latest posts by Herick Borges (see all)