No post sobre DISCIPLINA, eu fiquei de mostrar o exemplo do meu Diário de Trading e com isso, resolvi dedicar um post inteiro sobre esse tema. Então, hoje veremos a importância de um Diário de Trading e como ele te ajuda na sua evolução.

 

Querido diário…

Resultado de imagem para Diário

Antes de mais nada, precisamos saber qual a função dessa ferramenta, que muita (mas muita mesmo!) das vezes é ignorada pela maioria dos traders.

A função principal é de criar um histórico de suas operações e servir como base de pesquisa de erros e acertos cometidos no passado. Com tudo devidamente registrado, essas informações não se perdem dentro da nossa cabeça e facilita nossa mensuração do quanto estamos evoluindo.

Quando se anota sua operação no Diário, seu lado racional precisa “explicar” o que foi feito, e com isso você analisa friamente sua operação. E fazendo isso, você sabe o que fez de certo e o  que fez de errado, mesmo que a operação tenha dado Loss.

 

Por onde eu começo?!

Muitos traders, principalmente os iniciantes, não possuem um Diário de Trading por dois motivos principais: 1º – Por que não sabem que isso existe e 2º – Por que não sabem o que devem anotar.

Existem muitos modelos de Diários de Trading na internet, formulados por analistas e outros Traders famosos, porém eu particularmente não sou muito fã disso, pois minhas necessidades não seram atendidas por elas. (assim como, meu modelo de Diário possa não atender as suas)

Logo, eu prefiro que cada Trader desenvolva seu próprio Diário, pois somente você sabe o que você precisa.

Minhas dicas sobre o que anotar em um diário, estão voltados mais para o lado técnico e psicológico, do que para o financeiro ( o que eu julgo desnecessário saber).

 

O que eu preciso saber?!

Eu sou um grande defensor da frase: Esqueça a p#$@ do financeiro. Então, o que eu preciso saber são as partes mais técnicas e psicológicas das operações.

Por isso eu anoto sempre o motivo técnico pelo qual eu fiz uma entrada, seja uma compra em um suporte, uma venda em uma resistência, uma entrada por padrão de candle ou em uma linha de tendência…

Vai sempre depender de como você opera e como enxerga o mercado. Seja através de algum gráfico limpo, indicadores ou leitura de fluxo.

Anoto também observações sobre como eu estou me sentindo durante a operação, se eu estou nervoso, ansioso, tranquilo… E até se eu fiz alguma coisa fora do operacional, e o que me levou a tomar essa decisão

E nesse momento você deve ser bem sincero com você mesmo, pois do contrário estará traindo a você mesmo ( o que quebra totalmente o conceito de disciplina e consistência).

E por último, anoto que lição eu aprendi com aquela operação. Sim, cada operação no mercado te ensina alguma coisa que você não sabia antes ou confirma o algo que você já sabia.

Isso é importante pois te força  aprender algo ou descobrir o que você deve melhorar. Se não respeitou seu operacional, por exemplo, que tipo de lição você pode ter aprendido? Se agiu antes do tempo, o que fica de lição?!

 

PDCA do Trader

Resultado de imagem para pdca ciclo

Para quem não conhece, o termo PDCA, vem do inglês Plan-Do-Check-Act (Planeje-Faça-Verifique-Aja). Um termo muito comum no mundo corporativo (e serve para a vida também!)

Ele é um processo que faz com que você estabeleça um plano de ação, execute-o conforme o planejado, verifique os resultados obtidos e ajuste o que está fora de lugar para que se chegue ao objetivo do plano (e ainda tem gente que insiste que coisas que nada tem a ver com o mercado “não influenciam”…)

Seu Diário de Trading é o que serve de base para que você faça seu próprio PDCA. Mantenha uma rotina de ler seu diário, uma vez por semana ou uma vez por mês, e verifique o que precisa ser mudado para que você alcance seu objetivo.

Com base nele, você vai saber exatamente o que deve ser feito e caso necessário, pode até procurar ajuda para chegar lá. Seu Diário vai servir para identificar onde você está errando e trazer esse problema para a luz do seu pensamento consciente…

… e é ai que a mágica acontece!

 

Como prometido, meu modelo de Diário de Trading

Semana Dia Horário Total de pontos Ativo Qtd de Ctt Observações Técnicas Notas Lição aprendida

 

Localização:

Semana: Coloquei uma fórmula no excel baseado na data, só para saber a semana do ano e saber se minha semana foi ou não positiva ( uma boa maneira de filtrar, caso queira)

Dia: Data do pregão em que fiz a operação

Horário: Horário do candle que executou minha ordem. Eu costumo operar pelos 5 min e anoto o horário padrão do candle (exemplo, 9:10 ou 09:15). Isso me ajuda a localizar a operação caso queira fazer um backtest futuramente.

Técnica:

Total de pontos: A quantidade final de pontos que eu fiz na operação executada. Em caso de perda, eu utilizo o sinal negativo (-)

Ativo: Qual ativo que estou operando. Serve para quem opera mais de um ativo, podendo ser ignorado por quem só opera um ativo.

Qtd de Ctt: Quantidade de contratos que estou utilizando naquela operação (Eu, particularmente, opero com a mesma mao o mês inteiro).

Observações Técnicas: Aqui escrevo toda a parte a parte técnica da minha operação. Meu ponto de entrada, meu ajuste de stop, se deu gain ou loss.

Psicologia

Notas: Anoto como estou me sentindo durante a operação, se estou nervoso, ansioso, se eu movi meu stop antes da hora, se agi por instinto, se respeitei a técnica (disciplinado), enfim, faço uma auto análise.

Lição aprendida: Quando se encerra uma operação, o que eu aprendi com ela? Quais resultados vieram das minhas atitudes?!

Esse é meu modelo de Diário de Trading desde o começo. Ele me trouxe até aqui e ainda vai me levar mais longe.

Podem usá-lo como base, caso atenda as suas necessidades, ou modificar caso queira, fique a vontade!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem tem curtido nossas publicações, convido vocês a conhecerem um blog irreverente e descontraído de um cara Top! Acessem lá: Blog do Magrelow Trader

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Disciplina de um Trader – Prática

Disciplina de um Trader

Lidando com o medo

Se tornando Antifrágil

Modo de Autodestruição

Mantenha-se no Ritmo

Ciclos de Mudanças

A pressa é inimiga da Consistência

 

The following two tabs change content below.

Herick Borges

Trader Autonomo
Trader autônomo e investidor na bolsa desde 2011. Coach formado pela Sociedade Latino Americana de Coach e autodidata em assuntos relacionados a finanças pessoais, investimentos, economia e um grande entusiasta em psicologia comportamental e de alta performance voltada ao Mercado Financeiro.

Latest posts by Herick Borges (see all)