Select Page

Nesse post, quero abordar o processo que ocorre dentro da sua mente quando você tem que lidar com um cenário completamente diferente ao que você está acostumado. Hoje quero contar a você uma breve história sobre reação.

 

 

Era uma vez…

 

Resultado de imagem para Reação

 

Imagine que você está em uma grande praça, onde haverá um evento. Muitas pessoas vão chegando e se acomodando no local, aguardando o início desse evento.

As pessoas conversam entre si, se conhecem e socializam, seja com os amigos, seja conhecendo gente nova ali mesmo.

Enfim, o evento começa. A maioria, prestando a devida atenção ao que está sendo apresentado. Alguns gostam, outros nem tanto… afinal, não dá pra agradar a todos.

Porém, em um momento, coisa de fração de segundos, ouve-se uma explosão. De repente, você se encontra no chão, muita fumaça no local, e você não consegue enxergar muita coisa a sua frente.

 

Sua primeira reação

 

De forma instintiva, sua mente ativa seu modo de autopreservação. Após o impacto, sua mente avaliará seu estado físico, para saber se não há nenhum ferimento grave, que possa levar a óbito.

Em seguida, sua mente tentará, dentro das informações limitadas a respeito do ocorrido, entender o cenário caótico no qual se encontra. Muitas vezes, é aqui que se entra em choque, e seu corpo e mente ficam paralisados.

Quem não fica em choque, a princípio, tem basicamente 3 reações: Fugir do local imediatamente, indo para algum lugar considerado seguro, reagir e lidar com o novo cenário caótico ou buscar evidencias para entender o ocorrido.

 

Quando o cérebro desperta

 

Depois da primeira reação, você fica com 3 alternativas: Fugir, lidar com novo cenário caótico ou entender a causa da situação adversa.

Fugir, não requer explicação, bem óbvio, certo?!

Se você escolhe entender a situação, sua mente focará em buscar evidências e justificativas para o ocorrido. Seja de modo visual (olhando ao redor somente) ou de modo mais “prático”, se aproximando do local onde houve a explosão e buscando os motivos que justifique o incidente.

Tentar entender a situação, faz com que você pense em algum “culpado” por aquele novo cenário, ou seja, sua mente quer saber se alguém ou alguma coisa causou aquele estado de caos. Aqui você pode cair facilmente no PROBLEMA DE NARRATIVA

Se você escolher lidar com a situação, sua mente vai focar em tentar organizar o caos a sua maneira, administrando a situação e fazendo com que haja “alguma ordem”.

Quando se escolhe lidar com o fato, sua mente ignorará o que gerou a situação, e com isso controlando suas emoções e impulsos, fazendo com que você aja de forma a dominar o ambiente e controlar a situação da melhor maneira possível.

Qual opção então devo escolher?

 

Olhando por cima, ambas têm seu valor, porém quando há uma explosão, agindo de forma prática, duvido muito que você vá querer descobrir o que ou quem a causou, certo? Ou você fugirá ou você tentará lidar com o novo cenário caótico.

Após o fato ocorrido, e da situação controlada é que se pode pensar, de forma mais clara, o que causou tudo aquilo, porém, qual a utilidade em saber o que o causou se o fato já ocorreu?

Saber o que causou não tem mais “utilidade” para lidar com a situação. Talvez (somente talvez!) sirva para lidar com uma situação igual no futuro. O que eu, particularmente duvido muito, pois ninguém se prepara para uma explosão. É um evento do tipo “Cisne Negro”.

Se duvida de mim, no próximo almoço de família, enquanto todos estiverem reunidos, sem avisar acenda uma bombinha, daquelas de festas de São João, e veja a reação de todos.

Logo, saber lidar com o cenário novo é muito mais relevante. Pois você estará dentro da situação, aprendendo na hora, sentindo todo o stress e tensão. E essa experiência é única. Não é possível repeti-la depois.

(Se você já entendeu minha ideia principal até aqui, meus parabéns!)

 

E o que isso tem a ver com o mercado?

 

Simples, troque uma explosão, por uma notícia importante no mercado. Uma verdadeira “bomba”. O resultado é o mesmo…

 

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem usa o Instagram, só me seguir lá no @herick.borges.14

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

O Tao do Trader

A Falácia do “Tudo Funciona”

Em resumo, mercado é Contexto e Probabilidades

Sucesso passado não garante sucesso futuro

Você sabe exatamente o que quer?!

Vou te tirar da sua Zona de Conforto

The following two tabs change content below.

Herick Borges

Trader Autonomo
Trader autônomo e investidor na bolsa desde 2011. Coach formado pela Sociedade Latino Americana de Coach e autodidata em assuntos relacionados a finanças pessoais, investimentos, economia e um grande entusiasta em psicologia comportamental e de alta performance voltada ao Mercado Financeiro.