Resultado de imagem para metas

Galera, no post de hoje, quero me “aprofundar” mais no que eu abordei no  post anterior e tentar explicar melhor sobre a importância das metas.

Revendo o passado

No post anterior, abordei alguns tópicos para ajudar a elaborar uma meta, uma dica para começar pequeno e que a consistência vem quando vamos alcançando essas metas que traçamos, por menor que sejam.

Pois bem, nessa ultima semana eu passei revendo toda a minha trajetória como Trader, e o quanto eu evoluí (acho que ficou evidente isso nesse POST). Percebi que por mais disciplinado eu fosse, eu não tinha um objetivo no mercado. Na minha cabeça, eu queria fazer o máximo de pontos possível em um dia, mas isso me dispersava muito, e me frustrava por que eu não tinha noção do que era esse “muito”

Quando eu resolvi analisar meu histórico de operações, eu vi o quanto eu estava sendo incoerente comigo mesmo  e me fiz uma pergunta que mudou minha visão das operações:

Com que frequência você faz uma quantidade X de pontos por dia? (vou usar o exemplo da marcação do mini índice por ser o ativo que tenho operado, mas serve para qualquer ativo e para qualquer tempo)

Usando a lógica e a Estatística

Resultado de imagem para cara pensando meme

Com essa simples pergunta, você pode rever todo o seu histórico e encontrar umas coisas escondidas bem interessantes.

Utilizando a dica do “comece pequeno” do último post, pegue uma folha de papel ou Word (para ser ecologicamente correto rs), abra seu diário de Trades (espero que tenha um…) e faça a mesma pergunta de cima: Com que frequência eu faço, a titulo de exemplo, 300 pontos por dia? Busque a resposta no seu diário de trade e anote a quantidade de vezes em que conseguiu.

Repita o processo, utilizando valores menores do que o inicial, por exemplo: 200, 100, 50…

Ao final, você já vai ter uma base de dados informando a você qual a quantidade de pontos que você consegue com mais “facilidade”. Pela lógica, quanto menor for a quantidade de pontos, mais facil é de conseguir, correto? Então por exemplo, se você consegue manter uma média de 200 pontos por dia você pode tê-la como meta diária.

Traçando essa meta,alinhada com seu gerenciamento de risco, ao conseguir pegar essa quantidade de pontos no dia, você fecha a plataforma e vai fazer outra coisa. Vai ler outras postagens daqui do Blog, ler um livro, ver séries… aproveitar a liberdade da vida de trader

Pensando em cenários…

Estipulado uma Meta para o dia, é necessário também saber quantas operações seu gerenciamento de risco permite fazer.

Vou usar o exemplo de duas operações em um dia, cada uma com um alvo de 200 pontos e um stop de 150 pontos.

Os cenários possíveis para essas duas operações são:

Operação 1 operação 2
Ganha Ganha
Ganha Perde
Perde Ganha
Perde Perde

 

 

 

 

Analisando os possíveis cenários, temos uma probabilidade de 25% de fazer 400 pontos no dia, 50% de fechar o dia com 50 pontos e 25% de chances de fechar com 300 pontos de prejuízo.

Ou seja, na média das operações diárias do mês, você fechará positivo em 50 pontos. Nos “piores dias” um prejuízo de 300 pontos sendo compensado pelos ganhos dos “melhores dias”  de 400 pontos.

Você pode expandir essa lógica para a semana, contando pelos cenários dos dias, mas a tabela fica um pouco grande para eu postar aqui no blog…

Já tinham parados para analisar suas operações desse jeito?!

Resultado de imagem para nazaré gif matemática

AHHHH mais pegar 200 pts por dia é mole… eu quero mais…

É fácil sim… difícil mesmo é manter a disciplina e a consistência. Difícil é manter a cabeça no lugar quando está fechando meses seguidos no negativo, um mês pior que o outro, pensando no que poderia ter feito, ou ter pego “aqueles” vários 100 pontos que deixou passar.

Nessa hora esquece de fazer uma conta básica de soma, e ver que se você for de pouco em pouco, respeitando o gerenciamento de risco e controlando o psicológico, você  fechará seu mês positivo com mais frequência, te dando mais confiança e te habilitando  aumentar sua quantidade de contratos. Fácil achar que fazer 150 pontos com 1 contrato é pouco dinheiro, mas esquece que é o mesmo gráfico (ou fluxo) para quem está operando com 10, 100 ou 1000.

Uma coisa que levei tempo para aprender foi que primeiro temos que aprender a sobreviver no mercado, para depois começarmos a fazer dinheiro.

Temos muitos traders que postam boletas exorbitantes e que nos impressionam, mas esquecemos que essas pessoas começaram pequeno. Em qualquer trabalho, você não vai começar de cima, independente do cargo. Primeiro se aprende o trabalho, para depois se desenvolver e começar a ser promovido.

Quando você mantém o respeito, a disciplina e a consistência para pegar poucos pontos, sem pressa, você também terá a disciplina, o respeito e a consistência para pegar mais pontos.

É muito mais fácil, aumentar a quantidade de contratos que você opera, do que aumentar a quantidade de pontos. Pensa nisso!

Para quem tem curtido nossas publicações, convido vocês a conhecerem um blog irreverente e descontraído com temas variados! Acessem lá: Blog do Magrelow Trader

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Trader e as Crenças Limitantes

Parando com a Procrastinação

O poder da Autossabotagem

 

The following two tabs change content below.

Herick Borges

Trader Autonomo
Trader autônomo e investidor na bolsa desde 2011. Coach formado pela Sociedade Latino Americana de Coach e autodidata em assuntos relacionados a finanças pessoais, investimentos, economia e um grande entusiasta em psicologia comportamental e de alta performance voltada ao Mercado Financeiro.

Latest posts by Herick Borges (see all)