Com muita frequência (MUITA MESMO), vejo nas minhas redes sociais, em grupos de conversas, um monte de gente dando um monte de explicações sobre o por que aquele ativo subiu ou desceu… Nesse post, quero que você leitor aprenda a ser ignorante! E vou explicar o por que

 

Vamos definir umas coisas, antes de mais nada…

Resultado de imagem para ignorancia

Antes de prosseguirmos, é importante ressaltar aqui uma coisa: o ignorante é a pessoa que desconhece a existência de algo; que não está a par de alguma coisa.

Somos ignorantes o tempo todo, pois não podemos saber de tudo e nem aprender tudo. Nos tornamos ignorantes maiores quando literalmente ignoramos o conhecimento e o aprendizado.

Quando eu digo que você deve aprender a ser um ignorante, eu quero dizer que você seja um do tipo seletivo. Ou seja, que escolha o que quer ignorar. Assim, você se torna um ignorante seletivo e se mantém focado no que lhe interessa.

 

A ignorância é uma benção!

Muita das coisas que vejo nesse “mundo de trader(além da quantidade de vendedores de cursos com conteúdos milagrosos) é a quantidade absurda de “especialistas” e “analistas” que existem (tipo a galera que coloca termos profissionais em inglês no LinkedIn, só pra impressionar).

Acho que nem em medicina, temos tantos assim. E olha que esse pessoal estuda pra valer!

Com essa quantidade anormal de gente tentando dar explicações sobre o que “aconteceu” (sim, depois que TUDO passou), nós como seres humanos com um cérebro que gosta de zoar, ficamos refém da necessidade de explicações das coisas.

E com isso, quanto mais lemos e aprendemos sobre mercado, mais explicações “encontramos” para os eventos do mercado.

Seja uma noticia, um cenário geopolítico, uma crise em algum pais que você nem sabe o nome escondido no c* da Europa…

E sabe o que é pior?! Quando esses “especialistas” falam, de forma pomposa e enfeitada, você acha que é eles tem razão e que possuem um conhecimento superior ao seu!

Eu te perdoo por isso, de verdade.

Vejo muita gente que gosta de “dar explicações” sobre esses movimentos do mercado, dizendo que a bolsa subiu por que isso, isso e aquilo, ou que caiu por que pererê pão duro… Quando na verdade tudo o que eles tem que responder é: “Caiu por que venderam, subiu por que compraram.”  e o porquê disso é o menos relevante.

 

Como assim, seu Herege?!

Ora, o fato ja ocorreu, o preço já andou, e você já teve seu gain ou loss. É impossível voltar no tempo e desfazer o que já aconteceu. E no momento que aconteceu, você não tem tempo de perguntar o por que! SÓ POR ISSO!

Já expliquei isso nesse post sobre O PROBLEMA DE NARRATIVA, que nossa mente sempre quer respostas para o fato ocorrido.

É importante ler esse post aí, antes de continuar, para que eu neão fique repetitivo.

 

Ignorante Seletivo, prazer!

Resultado de imagem para ignorancia

Pensa no seguinte: Sua capacidade de concentração, de manter o foco, como se fosse uma bateria elétrica, beleza?! Ou seja, ela possui uma capacidade finita de manter a energia que com o passar do tempo se desgasta e enfraquece.

Com essa imagem na sua cabeça, raciocina aqui com o tio: O que você acha que dura mais tempo: Manter acesa uma lampada ou 10 lampadas?

Um problema que afeta a maioria, é achar que quanto mais eu aprender (no quesito quantidade mesmo: mais livros, mais noticias, mais cursos…) melhor.  Na realidade, nesse caso é desperdício de energia e foco.

Já de forma contrária, quanto “menos eu aprender“, mais energia eu tenho para praticar o pouco que aprendi.

Veja, “quanto menos eu sei”, melhor! Mantenho o foco no que é realmente importante.

 

Ahh, mas saber dessas coisas é importante!

Pra quem?! Quando você vai aprender alguma estratégia operacional, dentro das especificações dela está escrito: “Não operar se Fulano, Sicrano e Beltrano fizerem discursos“, ou “em caso de crise econômica, use outro setup“?

Quando você conhece a sua técnica muito bem E (enfase aqui no E) o ativo muito bem, você começa a ignorar algumas noticias e eventos que são de fato irrelevantes, e começa a dar importância ao que é de fato prático.

Teorizar é legal, pra uma mesa de bar ou uma conversa com outros amigos traders. Na prática, não vale de po#$@ nenhuma. Como escrevi no post sobre HESITAÇÃO, quanto mais informações temos, mais fácil deixarmos de operar, pois elas entram em conflito e em loop, nos deixando em um CIRCUITO FECHADO.

É numa dessas que se criam as “teoria nada a ver“, juntando vários acontecimentos que NÃO TEM NADA A VER UM COM O OUTRO, simplesmente para satisfazer a NECESSIDADE do “analista” ou “especialista“.

E com isso, você, seguindo nessa mesma onda, sendo seu “próprio especialista” acaba criando VIESES COGNITIVOS na hora de operar. Algo do tipo: Os mercados lá fora fecharam em queda então aqui TAMBÉM VAI. O mercado sobe, e você só quer vender, resultado?!

 

E pra finalizar, como não gosto de só ficar na teoria, fica uma semana ou duas, sem ver noticiário, sem ler qualquer coisa de sites de noticias econômicas e mantenha o foco no seu operacional. Me dê razão quando terminar, porque eu já sei o resultado.

Esse post teve MUITA influência do livro que estou lendo, chamado Antifrágil, do autor Nassim Nicholas Taleb, que recomendo FORTEMENTE a leitura, principalmente para nós que atuamos no mercado financeiro. Mas os conceitos que ele aborda, podem ser aplicados a qualquer área da sua vida!

 

Curtiu o post?! Então deixa aí nos comentários o que achou! E não esqueça de compartilhar ele com outros traders para que a gente possa ajudar mais gente nesse mercado!

Antes que eu esqueça, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR para receber as notificações sempre que rolar um post novo aqui no Blog! Não vai querer ficar de fora, não é mesmo?!

Quer saber mais sobre desenvolvimento pessoal e alta performance? Se inscreva no canal Patrícia Pedrozo Coach e não se esqueça de curtir nossa página no Facebook Mente de Trader

Para quem tem curtido nossas publicações, convido vocês a conhecerem um blog irreverente e descontraído de um cara Top! Acessem lá: Blog do Magrelow Trader

Ainda não leu os outros posts?! Então Clica aí:

Se tornando Antifrágil

Os três porques

Seja Grato

Mude o que não te agrada

Cometendo excessos

A importância de um Diário de Trading

Disciplina de um Trader – Prática

Disciplina de um Trader

 

The following two tabs change content below.

Herick Borges

Trader Autonomo
Trader autônomo e investidor na bolsa desde 2011. Coach formado pela Sociedade Latino Americana de Coach e autodidata em assuntos relacionados a finanças pessoais, investimentos, economia e um grande entusiasta em psicologia comportamental e de alta performance voltada ao Mercado Financeiro.

Latest posts by Herick Borges (see all)